Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Prisões vão passar a ter manual de como lidar com fugas

Manual determina que quem tem a responsabilidade de comunicar a fuga é o efetivo mais graduado presente no momento. Guardas vão passar a ter lista de procedimentos e comunicações a fazer

A fuga de três prisioneiros de Caxias há dez dias levantou muitas questões sobre a segurança das prisões portuguesas e expôs muitas das suas fragilidades. Para se evitarem mais embaraços ou chamadas para o 112, as 49 prisões do país vão receber esta quarta-feira uma ordem de serviço assinada por Celso Manata, diretor geral dos Serviços Prisionais, onde estão discriminadas as medidas a tomar em caso de evasão de detidos, conta o “Diário de Notícias”.

Na prática, esta ordem trata-se um guia “como proceder”: como agir e quem contactar em caso de evasão. “Vou assinar uma primeira ordem de serviço para o sistema. Sem prejuízo da reflexão que está a ser feita sobre estas situações, e de uma circular mais encorpada que vai sair a seguir, essa ordem vai enumerar as medidas a tomar em caso de evasões”, diz Celso Manata em declarações ao “DN”.

Esta missiva determina que quem tem de comunicar a fuga é o efetivo mais graduado presente no momento nesse estabelecimento prisional, por exemplo. Neste manual vão estar também listados os números de telefone e os emails dos elementos da PSP, GNR, SEF e PJ a quem a fuga terá de ser comunicada..