Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Novo Banco: Aethel Partners só avança se proposta da Lone Star fracassar

JOSÉ CARLOS CARVALHO

Proposta da Aethel traz condicionantes: o pagamento de indemnizações a vários investidores lesados pela resolução do BES, como o Fundo Elliot, o New Zealand Superannuation Fund e o Silver Point

O Governo e o Banco de Portugal ainda não responderam à proposta de três mil milhões de euros que receberam do fundo Aethel Partners para adquirir o Novo Banco. Segundo revela o “Jornal Económico” esta quarta-feira, as negociações exclusivas com o Lone Star não serão interrompidas e a Aethel só será chamada à mesa negocial se aquelas fracassarem.

Tendo em conta que a missiva enviada pelo fundo é uma manifestação de interesse e não uma proposta formal, a resposta do Banco de Portugal e do Governo deverá tentar compreender os contornos do interesse da Aethel Partners.

O fundo de investimento liderado pelo gestor português Ricardo Santos Silva propõe-se a pagar 2,8 mil milhões de euros pelo Novo Banco e a capitalizar a instituição em mil milhões de euros. Porém, a mesma proposta traz condicionantes: o pagamento de indemnizações de valor equivalente a vários investidores lesados pela resolução do BES, como o Fundo Elliot, o New Zealand Superannuation Fund e o Silver Point.

Fontes ligadas ao processo garantem ao jornal que o Governo e o Banco de Portugal não podem ignorar o interesse da Aethel, mas também não podem permitir que entre no atual processo negocial sem estar em consórcio com um dos cinco interessados que foram selecionados para negociar a compra do Novo Banco.