Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Mais de 650 mil famílias carenciadas sem acesso à tarifa social do gás

Rui Duarte Silva

Em agosto do ano passado, havia quase 692 mil famílias portuguesas a beneficiarem da tarifa social de eletricidade. Ao mesmo tempo, só quase 35 mil famílias eram usufruiam da tarifa social do gás

Há 657 mil famílias portuguesas que apesar de preencherem todos os critérios de carência que dão acesso a tarifas sociais na energia não têm direito a este apoio no fornecimento de gás, conta o “Diário de Notícias” esta segunda-feira. O problema está na atual legislação: só dá benefícios a quem usufruir de gás natural canalizado, já por si mais barato, e não o engarrafado.

Em agosto do ano passado, depois do avanço da atribuição automática destes apoios sociais, havia 691,8 mil famílias portuguesas com tarifa social de eletricidade. Tendo em conta que os critérios de atribuição de tarifas sociais são muito semelhantes, seria de esperar que este número fosse quase igual no apoio no fornecimento de gás. Porém, os números são muitos discrepantes.

O matutino conta que em agosto de 2016 só 34,9 mil famílias eram beneficiárias da tarifa social na hora de pagar o gás, ou seja, apenas 5,05% dos lares que estas tarifas deviam apoiar. As restantes 95%, por viverem em zonas sem gás natural, ficam sem possibilidade de usufruirem desse apoio.