Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Venda da PT à Altice na lista das transferências para paraísos fiscais

Os novos donos da PT, Patrick Drahi e Armando Pereira (à direita)

Rui Duarte Silva

A Altice e a Oi concluíram a 2 de junho de 2015 a venda da PT. Na época, a Altice pagou 5,8 mil milhões de euros pela instituição. Cerca de quatro mil milhões foram enviados para uma offshore nas Bahamas, num só movimento financeiro, na mesma data

Quase metade dos 8,9 mil milhões de euros transferidos de Portugal para offshores em 2015 referem-se a uma única operação: o negócio de venda da PT Portugal, pela telecom brasileira Oi à Altice, avança o “Jornal Económico” esta sexta-feira.

Cerca de quatro mil milhões de euros foram enviados para uma offshore nas Bahamas, num só movimento financeiro. Ao todo, em 2015 foram feitas 50 transferências para aquele paraíso fiscal.

A Altice e a Oi concluíram a 2 de junho de 2015 a venda da PT Portugal. Na época, a Altice pagou 5,8 mil milhões de euros pela PT, dos quais quais 4,9 mil milhões foram recebidos em caixa pela Oi. Os restantes 869 milhões de euros foram destinados pagar dívidas da PT Portugal. Tendo em conta o calendário da venda e a data em que foi declarada a transferência, o “Jornal Económico” aponta que a origem do montante de quatro mil milhões transferido para as Bahamas será este negócio.

O matutino questionou fonte oficial da Oi sobre a realização de uma transferência para a offshore em 2015, mas não obteve qualquer resposta. O ministério das Finanças, confrontado com esta situação, também não pronunciou.