Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Ainda há famílias à espera de receberem dinheiro adiantado por manuais escolares

DV

Já passaram mais de cinco meses desde o início do ano letivo e ainda há famílias à espera do dinheiro investido. Ministério da Educação assume problemas em vários agrupamentos, mas afasta responsabilidades

O acordo é simples: as famílias com Ação Social Escolar adiantam o dinheiro, no momento de compra dos manuais escolares, depois o Estado reembolsa-os. Contudo, já passaram mais de cinco meses desde o início do ano letivo e ainda há famílias à espera do dinheiro investido, conta o “Correio da Manhã” esta terça-feira.

O matutino relata o testemunho de um cidadão desempregado e com três filhos – todos com direito a Ação Social Escolar e incluídos no escalão A –, que teve de adiantar 400 euros em setembro para comprar os manuais, mas até ao momento ainda não foi reembolsado. Na escola dos filhos, disseram-lhe que “ainda estão à espera do dinheiro” vindo do Estado.

Contactado pelo “CM”, o ministério da Educação admitiu problemas em vários agrupamentos, mas afastou responsabilidades. “Só não foram pagas as verbas não registadas pelos agrupamentos de escolas na plataforma REVVASE (Registo Eletrónico de Verbas e Valores da Ação Social Escolar) e que, portanto, não podiam ser processadas”, fez saber, garantindo também estar “a desenvolver diligências junto destes agrupamentos para que procedam ao preenchimento imediato dos dados em falta, por forma a que a situação possa ser regularizada rapidamente”.