Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Exportações para Angola caíram 28% em 2016

Em 2016, houve 5523 empresas lusas a operar em Angola, uma queda de 26,1% no número total por comparação com 2015 e 41% com 2013

A crise económica em Angola fez com que as exportações de empresas portuguesas deixassem de “bombar”. E a tendência descendente confirma-se pelo terceiro ano consecutivo. Em 2016, a queda foi abrupta: o valor das exportações para Angola caiu 28% – gerando lucros de só 1503 milhões de euros –, conta o “Público” esta sexta-feira. Estes dados foram cedidos ao matutino pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

Para o mesmo período, houve também menos duas mil empresas portuguesas a fazer transações com Angola; em 2016, 5523 empresas lusas operaram no país, uma queda de 26,1% por comparação com 2015 e 41% com 2013. A falta de divisas internacionais e a queda do preço do petróleo deixou o país perdido ao nível financeiro e as ondas de choque ainda se fazem sentir.

Segundo os dados cedidos ao matutino pelo INE, no ano passado contabilizaram-se 2749 empresas portuguesas que só exportavam para Angola, menos 28% face a 2015. Olhando para o ano de 2013, a descida chega aos 48%.