Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Incêndio: 150 residentes retirados de prédios em Guimarães

Um bombeiro sofreu queimaduras numa mão. Não houve vítimas entre os residentes de um complexo composto por seis prédios de habitação, com quatro andares

Cento e cinquenta pessoas foram retiradas de seis prédios de habitação em Guimarães, durante a noite desta quinta-feira, devido a um incêndio que começou na garagem de um edifício, não havendo vítimas entre os habitantes, adiantou uma fonte dos bombeiros voluntários.

“O incêndio terá começado na garagem de um dos prédios e depois propagou-se a outros edifícios”, adiantou a mesma fonte.

O alerta para o incêndio na Rua Comandante Luís de Pina, em Guimarães, foi dado às 04:07, obrigando à retirada de 150 pessoas do complexo composto por seis prédios de habitação com quatro andares.

A mesma fonte disse que várias pessoas foram assistidas no local por inalação de fumo, mas sem gravidade, dispensando a ida ao hospital. Um bombeiro sofreu queimaduras numa mão.

Alguns andares dos prédios estão danificados devido à acção do fumo e do fogo, acrescentou a fonte.

O incêndio foi entretanto dado como dominado às 6h25, disse a mesma fonte, encontrando-se no local, às 7h, 35 operacionais, apoiados por 10 viaturas, oito elementos da Protecção Civil e elementos da Polícia de Segurança Pública (PSP).