Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Governo já reuniu com a Lone Star para vender o Novo Banco

© Rafael Marchante / Reuters

O Governo decidiu assumir um papel “activo” no processo de venda do Novo Banco com o objectivo de “melhorar” as propostas. Nos últimos dias, já se encontrou com representantes da Lone Star

Apesar da discussão pública e a tomada de posição de vários nomes portugueses a favor da nacionalização do Novo Banco, o Governo ainda não desistiu de vender a instituição. Segundo o “Público” esta quarta-feira, representantes do executivo de António Costa reuniram-se nos últimos dias com responsáveis do fundo norte-americano Lone Star.

O Governo decidiu assumir um papel “activo” no processo com o objectivo de “melhorar” as propostas que estão neste momento em cima da mesa, conta o matutino. Na prática, o problema para o Governo é que as principais propostas que chegaram ao Banco de Portugal não preenchem os requisitos que o executivo entende como fundamentais para poder aceitar a venda.

Tanto a Lone Star como o fundo Apollo/Centerbridge exigem garantias do Estado português para fazer face a eventuais perdas resultantes dos activos do Novo Banco que não estão rigorosamente avaliados. Tem sido com base nesta exigência que muitos políticos portugueses têm justificado a nacionalização da instituição.

O processo de venda do Novo Banco tem data definida para terminar em agosto. Caso as negociações com a Lone Star não resultem, o Banco de Portugal dará seguimento à proposta da Apollo, já que os chineses do China Minsheng - a solução mais desejada pelo Governo e Banco de Portugal -, não conseguiram ainda encontrar as garantias necessárias para formalizar a compra.