Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Défice do SNS piorou 57% este ano

paulo vaz henriques

De acordo com as estimativas do ministério da Saúde, o SNS terminará 2016 com um saldo negativo de 248 milhões de euros

Falta um dia para 2017 começar, mas o Serviço Nacional de Saúde (SNS) vai começar o ano já com números negativos. O saldo do SNS em novembro era de 189 milhões de euros negativos, mais 57% do que em novembro de 2015, conta o “Diário de Notícias” este sábado.

Este aumento de despesa - de cerca de 69 milhões de euros - deve-se aos gastos com pessoal que resultaram da reposição salarial, da passagem às 35 horas semanais para os profissionais que estão com contrato em funções públicas e de mais contratações, de acordo com o relatório de execução orçamental.

De acordo com as estimativas do ministério da Saúde, o SNS terminará o ano com um saldo negativo de 248 milhões de euros. Segundo o matutino, a diferença está no desequilíbrio de contas que disse ter transitado de 2015: um défice de 372 milhões de euros.

“A evolução das despesas com pessoal reflete os efeitos decorrentes da reversão gradual da redução remuneratória na administração pública e da evolução do número de efetivos do SNS”, lê-se no relatório da Direção-Geral do Orçamento.