Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Quatro mil famílias à espera de habitação social

António Costa garante que a política de habitação será uma das prioridades do Governo para o próximo ano

Há quatro mil famílias que estão à espera de habitação social, o que equivale a quase 40% do total de casas do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IRHU), avança o “Público” esta segunda-feira.

Segundo o secretário de Estado do Ambiente José Mendes, as famílias serão escolhidas por critérios de prioridade, nomeadamente crianças, pessoas com deficiência ou idosos.

No total existem 13 mil fogos disponíveis, quase 500 na capital, cerca de 400 na Amadora e 600 em Almada. Cada família pagará rendas de acordo com o seu rendimento líquido.

Para as famílias que estiverem em situação de grave carência habitacional há outras opções como o programa Pro Habita – no valor de 5,5 milhões de euros –, que terá como objetivo realojar as pessoas que ficaram sem casa devido aos incêndios na Madeira e os habitantes desalojados da Ria Formosa, no Algarve.

Este domingo, o primeiro-ministro afirmou durante o encerramento do Congresso da JS que a política de habitação será uma das prioridades do Governo para o próximo ano.