Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Galp avança já em 2017 para exploração de petróleo no Alentejo

José Caria

A Galp quer avançar para o furo de petróleo no mar do Alentejo em 2017, entre abril e maio. Está prevista uma operação para fazer um furo a 46 quilómetros ao largo de Aljezur

Se já não vai haver explorações petrolíferas no Algarve como anunciou o Governo esta quarta-feira, no Alentejo tudo aponta que as primeiras pesquisas avancem em 2017. De acordo com o “Jornal de Negócios” desta quinta-feira, a Galp quer avançar para o furo de petróleo no mar do Alentejo em 2017, estando prevista uma operação para fazer esse furo a 46 quilómetros ao largo de Aljezur.

O consórcio Eni/Galp quer arrancar com a operação em abril ou maio, logo que as condições meteorológicas e marítimas o permitam, apurou o matutino. Esta informação já terá sido passada à Decretaria de Estado da Energia, entidade responsável pelas concessões de petróleo.

“A Galp mantém interesse em prosseguir com este projeto por acreditar nos seus méritos, num momento em que a economia portuguesa precisa de investimento, de projetos estruturantes e de emprego qualificado”, garante fonte oficial da petrolífera ao “Negócios”.

O plano da Eni avançar em 2017 já foi aprovado pela Entidade Nacional para o Mercado dos Combustíveis. O “Jornal de Negócios” revela ainda que esta entidade terá já enviado o parecer positivo para o gabinete do secretário de Estado da Energia Jorge Seguro Sanches, que terá a última palavra a dizer sobre o avanço desta exploração.