Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Sector do turismo criou 45 mil empregos em 2016

LUCÍLIA MONTEIRO

O Algarve foi a região de Portugal que mais cresceu, com Faro a registar um aumento de 58,35% no número de postos de trabalho. Outro destaque dos números da secretária de Estado do Turismo vai para os Açores, onde a chegada de companhias aéreas de baixo preço levou a um aumento de 14% nas dormidas no primeiro semestre de 2016

O sector do turismo foi responsável pela criação de 45 mil novos empregos entre janeiro e setembro deste ano, conta o “Diário de Notícias” esta quarta-feira. Cerca de metade destes postos de trabalho – 28 mil – surgiram na área da restauração.

Até ao final do terceiro trimestre de 2016, o número de trabalhadores do turismo registados na Segurança Social subiu de 302 mil para 348 mil – um aumento de 8,2% da população ativa –, de acordo com dados revelados pela secretária de Estado do Turismo.

As áreas que registaram maior crescimento são as de animação turística (+28,28%), alojamento (+22,6%) e restauração (+12,85%), sendo que esta última foi responsável por uma fatia de 69% do total dos empregos criados até ao final de setembro. A justificação desse aumento, pelo menos em parte, pode ter a haver com a descida do IVA de 23% para 13%, explica Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo.

"Neste ano, o turismo está a bater recordes em termos de criação de riqueza, do número de turistas e na criação de emprego. Pela primeira vez nos últimos seis anos, o turismo em vez de estar a perder empregos está a criar. Há um crescimento significativo no número de pessoas declaradas à Segurança Social”, diz a governante em declarações ao “DN”.

Sem surpreender, o Algarve foi a região que mais cresceu no número de postos de trabalho, com Faro a registar um aumento de 58,35%. Ainda assim, ps Açores também merecem destaque, onde a chegada de companhias aéreas de baixop custo levou a um aumento de 14% nas dormidas no primeiro semestre e a uma subida de 21,8% no número de postos de trabalho desde o início do ano, revela o matutino.