Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Pensões. 2,9 milhões vão receber aumento no próximo ano

ATUALIZAÇÃO. Os aumentos de pensões no próximo ano foram um dos pontos mais difíceis da negociação com PCP e BLoco de Esquerda e tem sido um dos temas quentes do debate político

LUÍS BARRA

Só a subida das pensões até 840 euros pela inflação, em janeiro, e o aumento extraordinário até dez euros, em agosto, vão custar mais 200 milhões de euros ao Estado

Cerca de 2,9 milhões de portugueses vão ver as suas pensões aumentadas em 2017 pelo menos pelo valor da inflação previsto – 0,7% –, adianta o “Correio da Manhã” esta quinta-feira. A despesa do Estado com pensões vai subir em 506 milhões de euros, revelou Vieira da Silva, ministro do Trabalho e da Segurança Social, no Parlamento.

Segundo o matutino, só a subida das pensões até 840 euros pela inflação, em janeiro, e o aumento extraordinário até dez euros, em agosto, vão custar mais 200 milhões de euros. “Mais de 85% das pensões passam a estar cobertas por uma norma na lei que as protege da evolução dos preços”, disse Vieira da Silva, na quarta-feira, no Parlamento.

O universo de 2,9 milhões de portugueses inclui as todas pensões até aos 840 euros, sendo que os reformados que recebem até cerca de 630 euros têm, por cima da subida da inflação, mais um aumento em agosto para perfazer os dez euros de atualização total.

De fora dos aumentos, como já tinha sido noticiado, firam as pensões mínimas e sociais que rondam os 250 euros.