Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Aeródromos sob vigia para travar fuga de “Piloto”

  • 333

PAULO NOVAIS / Lusa

Pedro Dias tem brevet de piloto e as autoridades acreditam que possa fazer uma tentativa desesperada para sair de Portugal, conta o “Correio da Manhã” esta quarta-feira

O receio de que Pedro Dias, o suspeito dos crimes em Aguiar da Beira, tente roubar uma aeronave para fugir de Vila Real levou esta terça-feira a GNR a mobilizar elementos fortemente armados para o aeródromo local, revela o “Correio da Manhã” esta manhã.

Como já era conhecido, Pedro Dias tem brevet de piloto, daí a alcunha por que era conhecido em Arouca, onde morava, e as autoridades acreditam que possa fazer uma tentativa desesperada para sair de Portugal.

Mais de uma semana depois do crime que abalou Aguiar da Beira, “o piloto de Arouca” foi avistado na manhã de terça-feira no centro da aldeia de Carro Queimado, na freguesia de Vale de Nogueira. Um morador disse ter visto Pedro Dias junto à capela da localidade e alertou a GNR para essa situação.

O “CM” conta que mais de 30 militares foram mobilizados para a aldeia e efetuaram buscas em casebres, palheiros e casas desabitadas. Duas horas depois o dispositivo foi desmobilizado.

Passadas algumas horas, na localidade de Assento, deu-se um novo alerta para o avistamento do fugitivo. Tinha sido visto a saltar um muro e a entrar num palheiro onde habitualmente são guardadas alfaias agrícolas. Quando os militares chegaram ao terreno, Pedro Dias já não estava no local.