Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Bancos europeus perderam €270 mil milhões em bolsa desde o início do ano

  • 333

Andrew Burton

O Deustche Bank, considerado pelo FMI como uma das entidades com maior risco sistémico, perdeu mais de metade do seu valor desde o início de 2016

Há sinais de preocupação na bolsa. O Deustche Bank treme e a banca italiana também. Desde o início de 2016, os 44 bancos europeus que fazem parte do índice Stoxx já perderam 271 mil milhões de euros em valor de mercado, avança o “Jornal de Negócios” esta quarta-feira. O índice do sector vive mesmo o pior ano desde 2011, ano da crise da dívida soberana.

Em média, as perdas registadas por dia têm sido de 1,5 mil milhões de euros. E não parece que esta tendência vá abrandar em breve. Ainda não há solução para o crédito malparado nos bancos do sul da Europa, nem se sabe como os grandes bancos europeus vão sobreviver às multas milionárias que são alvos, lembra o matutino.

Com uma desvalorização de 270 mil milhões de euros de valor de mercado em 2016, os 44 maiores bancos cotados estão avaliados, neste momento, em 910 mil milhões de euros.

O Deustche Bank, considerado pelo FMI como uma das entidades com maior risco sistémico, não para de encolher. Desde o início do ano, perdeu mais de metade do seu valor, tendo destruído quase 17 mil milhões de euros de valor de mercado.