Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

DCIAP investiga Caixa Geral de Depósitos por suspeita de gestão danosa

  • 333

A Procuradoria-Geral da República confirmou ao “Correio da Manhã” na quinta-feira, após terem sido enviadas perguntas, que está a decorrer um inquérito judicial sobre a Caixa

O Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) abriu um inquérito à Caixa Geral de Depósitos por suspeitas de gestão danosa, de acordo com um ofício enviado pelo gabinete da procuradora-geral da República à comissão parlamentar de inquérito à recapitalização da CGD e à gestão do banco do Estado. Esta notícia é avançada pelo “Correio da Manhã” esta sexta-feira.

O matutino, que revela esta investigação já terá sido iniciada este ano, teve acesso ao ofício do gabinete de Joana Marques Vidal. Este é dirigido a Eduardo Ferro Rodrigues e deu entrada na Assembleia da República em 15 de setembro.

“Em aditamento ao nosso ofício nº [...], de 11 de julho de 2016, venho pelo presente comunicar a Vossa Excelência a abertura do inquérito com o NUIPC 631/16.7TELSB, que corre termos no Departamento Central de Investigação e Ação Penal, para investigação do eventual crime de administração danosa em unidade económica do setor público”, lê-se.

A Procuradoria-Geral da República confirmou ao “CM” na quinta-feira, após terem sido enviadas perguntas, que está a decorrer um inquérito judicial sobre a Caixa, mas não esclareceu qualquer outra questão.

Dado a investigação incidir sobre suspeitas de gestão danosa no banco público, é provável que que o DCIAP esteja a analisar os empréstimos concedidos pela CGD que estão em risco de incumprimento, cujo valor ronda 2,3 mil milhões de euros, lembra o matutino.