Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Todos os oficiais da GNR vão poder chegar a comandante-geral, garante a ministra

  • 333

JOSÉ COELHO/LUSA

No futuro, o “mérito” do oficial vai passar a ser um único critério para as promoções, garantiu Constança Urbano de Sousa, ministra da Administração Interna, em entrevista à “Renascença”

Todos os oficiais da GNR, sem exceções, vão poder chegar a comandante-geral, garante Constança Urbano de Sousa, ministra da Administração Interna, em entrevista à “Renascença” esta terça-feira. Até agora, esse estatuto estava reservado aos militares oriundos da Academia Militar.

No futuro, o “mérito” do oficial vai passar a ser um único critério para as promoções, garantiu, assegurando também que está pronta para receber as críticas que possam surgir desta decisão. “A GNR é uma instituição que tem um percurso a fazer”, disse.

Constança Urbano Rodrigues mostrou-se confiante de que a proposta de estatuto profissional da GNR, que neste momento já chegou às associações representativas dos militares, irá passar em Belém. “Chegou a altura da sua [a GNR] identidade própria ficar vincada”, sublinhou.