Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Banco Invest processa Banco de Portugal por perdas em obrigações no Novo Banco

  • 333

José Sena Goulão / Lusa

A ação administrativa colocada pelo banco do grupo Alves Ribeiro – com o valor de 5.142.500 euros – deu entrada a 19 de julho no Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa

O Banco Invest, instituição que pertence à família Alves Ribeiro, pôs o Banco de Portugal em tribunal, devido à decisão da entidade reguladora de passar os cinco milhões de euros em dívida que esta instituição tinha no Novo Banco para o BES “mau”, conta o “Jornal de Negócios” esta segunda-feira.

Segundo o matutino, a ação administrativa colocada pelo banco do grupo Alves Ribeiro – com o valor de 5.142.500 euros - deu entrada a 19 de julho no Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa, mas só foi distribuída no início do mês.

“No âmbito da sua atividade de gestão de carteira própria, em abril de 2015 o Banco Invest adquiriu em mercado secundário, quase um ano após a aplicação da medida de resolução ao Banco Espírito Santo, obrigações seniores do Novo Banco”, explicou Afonso Pereira de Sousa, presidente do conselho de administração do Banco Invest, ao “Negócios”.

Quando foram adquiridas, estas obrigações faziam parte das cinco séries que o Banco de Portugal retirou, a 29 de dezembro de 2015, do Novo Banco para o recapitalizar. Contudo, estas acabaram por ser retransmitidas para o BES “mau”. Desta forma, a recuperação do valor investido tornou-se muito mais difícil.

A decisão do Banco de Portugal acabou por se refletir nas contas do Banco Invest do ano passado. “O Banco Invest contabilizou em 2015 uma menos-valia de cerca de 5 milhões de euros nestes títulos”.