Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Seguro do Andanças só cobre 100 mil euros

  • 333

EDGAR LIBÓRIO/ Lusa

Parte dos donos dos carros destruídos estão a mobilizar-se para avançar para tribunal. Neste momento, ainda há 40 viaturas ardidas no local à espera de serem rebocadas

Arderam mais de 300 carros, a 3 de agosto, num incêndio no parque de estacionamento do festival “Andanças”, provocando prejuízos na ordem dos três milhões de euros. Porém, a apólice do seguro de responsabilidade civil contratualizada pela organização do evento só cobre danos até 100 mil euros, escreve o “Jornal de Notícias” esta sexta-feira.

Esta informação foi veiculada ao matutino pela associação PédeXumbo, a organizadora do festival, que explica que se tratam das mesmas condições contratualizadas em anteriores edições. “Quando se faz um festival, há processos que são repetidos de ano para ano. E foi o que aconteceu com o seguro. Não mexemos nas condições”, disse Catarina Serrazina, da organização, ao “JN”.

Este seguro será, então, insuficiente para cobrir os danos do incêndio e pagar os estragos aos cerca de 300 condutores que tinham seguro contra terceiros e estavam à espera de ser ressarcidos. Segundo o “JN”, por pagar estão prejuízos da ordem dos três milhões de euros.

Parte dos donos dos carros destruídos estão a mobilizarem-se para avançar para tribunal. Neste momento, ainda há 40 viaturas ardidas no local à espera de serem rebocadas.