Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Lisboa. PSD quer que Santana Lopes se decida até outubro

  • 333

Tiago Petinga

Mauro Xavier, presidente da concelhia do PSD, não confirmou a data-limite, mas admitiu que deseja a candidatura do atual provedor da Santa Casa à câmara de Lisboa, em declarações ao “Negócios”

O CDS mexe-se, o PS mexe-se e o Bloco de Esquerda também. Quando falta pouco mais do que um ano para as autárquicas, os partidos já estudam estratégias eleitorais, coligações e nomes. Para Lisboa, aos sociais-democratas agrada o nome de Santana Lopes, como já foi noticiado muitas vezes. Mas estes não estão dispostos a esperar eternamente, pelo que terá sido dado um prazo ao atual provedor da Santa Casa para decidir se avança ou não. Segundo conta o “Jornal de Negócios” esta terça-feira, Santana terá até ao final do mês de outubro para tomar uma decisão.

O matutino escreve ainda que Santana Lopes é o candidato consensual junto das quatro figuras que decidem a candidatura à câmara de Lisboa. Mas a situação está complicada.

O prazo é uma forma de o PSD forçar Santana Lopes a definir-se. O social-democrata já mostrou sinais que pretendia ficar no cargo que ocupa neste momento, mas também já disse que poderia candidatar-se em “circunstâncias excecionais”. Quanto mais esta incógnita se arrastar, mais prejudicado poderá sair o partido.

Ao “Negócios”, Mauro Xavier, presidente da concelhia, não confirmou a data-limite, mas admitiu que deseja a candidatura do atual provedor da Santa Casa. "Lisboa precisa dele mais do que de qualquer outra coisa", assumiu.