Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Estado gastou cinco milhões de euros com aluguer de dois aviões Canadair

  • 333

Francisco Leong/AFP/GETTY

As duas aeronaves alugadas para o combate aos incêndios terão feito, até agora, cerca de 1350 horas de voo. Segundo o contrato assinado a 15 de maio de 2015, cada hora de voo resulta num custo de 3703 euros

O aluguer de dois aviões anfíbios Canadair a uma empresa privada, para auxílio no combate aos incêndios, já custou ao Estado quase cinco milhões de euros, desde maio de 2015. A notícia é avançada esta terça-feira pelo “Correio da Manhã”. De acordo com um relatório do Grupo de Trabalho para Meios Aéreos do ano passado, era mais vantajoso para o Estado a aquisição dos próprios aviões.

No total, as duas aeronaves alugadas terão feito cerca de 1350 horas de voo. Segundo o contrato assinado entre a Autoridade Nacional de Proteção Civil e a Agro-Montiar, Sociedade de Serviços Aéreos para Agricultura e Fogos Unipessoal Lda, a 15 de maio de 2015, cada hora de voo fica por 3703 euros.

Neste valor estão incluídos todos custos possíveis: a tripulação, os combustíveis e os serviços de manutenção e operação. Dentro do Grupo de Trabalho para Meios Aéreos em Missões de Interesse Público há quem veja aqui um mau negócio.

Em setembro de 2015, um relatório do mesmo grupo defendia que a aquisição de meios aéreos era mais vantajosa para o Estado, que o aluguer, denuncia o matutino.

O contrato do Estado com a empresa Agro-Montiar encontra-se válido até 2017.