Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Navigator congela investimento de 120 milhões por falta de respostas do Governo

  • 333

PS e Verdes assumiram o compromisso de travar a expansão da área do eucalipto nacional, a quando do acordo para uma solução governativa. O ministro Capoulas Santos disse em janeiro que o diploma estaria pronto no prazo de três semanas, mas tal não se veio a concretizar

O grupo Navigator, a nova designação da Portucel, congelou um investimento de 120 milhões de euros na fábrica de Cacia, que já tinha sido anunciado em outubro do ano passado. Em causa estará a falta de respostas do Governo, conta o “Jornal de Negócios” esta quarta-feira.

A falta de matéria-prima é a principal preocupação da empresa. PS e Verdes assumiram o compromisso de travar a expansão da área do eucalipto nacional, a quando do acordo para uma solução governativa, propondo a criação de um novo regime jurídico.

Até agora, essa ideia ainda não avançou. Em janeiro, o ministro Capoulas Santos terá dito que o diploma estaria pronto no prazo de três semanas, mas tal não se veio a concretizar. Fonte oficial do Ministério da Agricultura não prestou qualquer esclarecimento sobre o tema, quando questionada pelo “Negócios”.

O investimento da The Navigator Company estava previsto avançar assim que fosse obtida “uma decisão favorável sobre a candidatura aos incentivos financeiros e fiscais a apresentar à AICEP”. Tal ainda não foi possível, devido à falta de esclarecimentos do Governo, apurou o “Negócios” junto de fontes da empresa.

Os 120 milhões de euros destinavam-se à construção de uma nova linha de produção de papel tissue na sua fábrica em Cacia.