Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Preços da habitação em Portugal ainda são dos mais baixos da Europa

  • 333

TIAGO MIRANDA

O preço médio do metro quadrado em Portugal aumentou 12% nos últimos três anos. No topo da lista dos países com habitações mais caras, estão Mónaco, França e Reino Unido

Os preços dos imóveis em Portugal têm vindo a aumentar nos últimos três anos, principalmente devido ao interesse de investidores estrangeiros. Mas, mesmo assim, continuamos a ser um dos países europeus com preços de habitação mais baixos. Portugal ocupa a 30ª posição num universo de 38 países para os preços de habitações mais altos, de acordo com um estudo da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), noticiado esta terça-feira pelo “Público”.

Segundo os dados compilados pela associação, Portugal subiu cinco posições na tabela entre 2013 a 2015, mas ainda continua longe de pertencer ao topo da lista. “A valorização reflete o potencial e a credibilidade do mercado imobiliário português”, diz Luís Lima, presidente da APEMIP, ao “Público”.

Este estudo foi elaborado com base dos preços médios por metro quadrado de imóveis com cerca de 120 metros quadrados, localizados nos centros das principais cidades europeias. O preço médio da habitação em Portugal para essa área e localização rondou em 2015 os 1963 euros por metro quadrado, quando em 2013 se situava nos 1741 euros – um aumento de 12%.

O topo da lista dos países com habitações mais caras é ocupado pelo Mónaco, França e Reino Unido. Neste último, por exemplo, o metro quadrado está avaliado em 25.575 euros.