Siga-nos

Perfil

Expresso

Revista de imprensa

Novo Banco prevê investir €500 milhões na recompra de títulos de dívida

  • 333

DÚVIDAS. Casos do Novo Banco e do Banif e reversão de privatizações, nomeadamente, contribuem para a desconfiança dos investidores

nuno botelho

Os títulos em questão devem ter maturidade em 2019 e 2022. Esta operação faz parte do plano de restruturação do banco

Para baixar os seus custos de financiamento, o Novo Banco prevê investir até 500 milhões de euros na recompra de títulos de dívida, de acordo com um comunicado divulgado pelo Novo Banco na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Os títulos em questão devem ter maturidade em 2019 e 2022. Esta operação faz parte do plano de restruturação do banco. As dívidas serão compradas ao preço do mercado, ao qual será acrescentado um prémio pago pelo Novo Banco, que pode variar entre 1,50% a 2,50%.

"O Novo Banco S.A anuncia hoje o seu convite aos detentores das Obrigações, cujos detalhes se encontram definidos abaixo, para proporem a venda das suas Obrigações (embora o Novo Banco se reserve o direito de, com total discricionariedade, aceitar ou não as Obrigações que lhe forem propostas) para compra pelo Novo Banco em numerário a preços a serem determinados de acordo com um procedimento de leilão holandês não modificado", explica o documento.

O teto máximo desta recompra será de 500 milhões de euros, avisa o banco.