Anterior
10 Conselhos para conservar o seu emprego em tempo de crise
Seguinte
Revista de Imprensa
Página Inicial   >  Economia  >   "Resort" de Cristiano Ronaldo em vias de arrancar no Porto Santo

"Resort" de Cristiano Ronaldo em vias de arrancar no Porto Santo

Está por dias a aprovação do Plano de Urbanização da ilha que está a impedir o investimento turístico do melhor jogador de futebol do mundo. Como hoteleiro, Cristiano Ronaldo irá juntar-se a Robert de Niro, Coppola ou Donald Trump.

|
Além de Cristiano Ronaldo, o projecto conta como sócios o próprio empresário do futebolista, Jorge Mendes e o presidente do Sporting Clube de Braga, António Salvador
Além de Cristiano Ronaldo, o projecto conta como sócios o próprio empresário do futebolista, Jorge Mendes e o presidente do Sporting Clube de Braga, António Salvador / Steffen Schmidt/EPA

O principal obstáculo ao projecto turístico de Cristiano Ronaldo no Porto Santo está em vias de ser desbloqueado. Trata-se do Plano de Urbanização daquela ilha, que deverá ficar concluído "durante os próximos dias", segundo adianta Sandra Jardim Fernandes, advogada da sociedade Plaza Prestige, que está a preparar o projecto.

Além de Cristiano Ronaldo, o projecto conta como sócios o próprio empresário do futebolista, Jorge Mendes e o presidente do Sporting Clube de Braga, António Salvador. "Já estão todos cansados de esperar, porque tem havido, de facto, grandes atrasos", salienta Sandra Jardim Fernandes. E frisa que "este seria o timing ideal para o projecto avançar", tendo em conta a eleição de Cristiano Ronaldo como melhor jogador do mundo. "É importantíssimo para o Porto Santo não perder esta oportunidade".

Logo que a Câmara do Porto Santo conclua o Plano de urbanização, a obra está pronta a avançar. Com investimentos inicialmente estimados em 50 a 70 milhões de euros, o projecto contempla um hotel de luxo e moradias numa área de cerca de 10 hectares perto da Calheta. A ideia é que o hotel possa ser de 7 estrelas e ostentar o nome CR7, as iniciais de Cristiano Ronaldo e o número com que joga.

A moda de ter hotéis estende-se a uma série de estrelas de Hollywood, como Robert de Niro, Clint Esatwood ou Robert Redford. A rodagem do filme "Apocalypse Now" foi determinante para Francis Ford Coppola se tornar proprietário de "lodges" de selva. Um deles, o Blancaneaux, no Belize, tem mesmo expostos objectos utilizados no "Apocalypse Now".

Os exemplos de estrelas com hotéis multiplicam-se. Gloria Estefan e o marido, o realizador Emilio Estefan, têm dois "resorts" de praia em Miami e na Florida, enquanto Robert redford preferiu avançar para um hotel de neve, o Sundance Resort, no estado de Utah, nos EUA. Segundo um artigo do jornal espanhol Expansión, André Agassi e Steffi Graf contrariaram esta tendência, ao abandonar o projecto para um hotel de montanha em Idaho, nos EUA.

Também os cantores Bono e The Edge, dos U2, se tornaram proprietários do tradicional hotel The Clarence, datado de 1852, em Dublin, capital da Irlanda. Giorgio Armani decidiu usar o próprio nome na sua colecção de hotéis, em Milão, Egipto e no Dubai. A mesma opção foi feita pelo magnata Donald Trump, que é dono de "resorts" em Chigago, Las Vegas, México ou República Dominicana, e prepara para breve a abertura do seu novo projecto de luxo no Dubai.


Opinião


Multimédia

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 5 Comentar
ordenar por:
mais votados
Bom investimento a médio/longo prazo

Já passei férias em Porto Santo e de facto verifiquei que faltam Hotéis de qualidade (só havia um de jeito e não era nada de especial). A ilha tem a melhor praia de Portugal e é tranquila tendo todas as condições para ser um destino de férias de eleição. Por outro lado CR7 investe na sua terra o que é de salutar. Também revela que tem consciência que o futebol não é eterno e tem de começar a acautelar o seu futuro já hoje.

PARABÉNS e BOA SORTE.
Triste actualidade
Com a crise que se vive actualmente pelo Mundo fora, custa-me a entender que ainda haja iluminados, para pensarem em construções de luxo como os famosos "Resort's". São para quem? Não para quem quer, de certeza, mas sim para quem pode, para os que ganham dinheiro á custa dos outros. Os ricos, enriquecem cada vez mais, e os pobres afundam-se na miséria. Porque será que não se pensa na construção de infra-estruturas de apoio social, já que o dinheiro para algumas pessoas, que não sabem sequer quanto possuem, não é problema? Seria uma boa opção e de certeza que se sentiriam bem melhor, não estando tão "cansados de esperar" ou se estivessem era por uma boa causa o que não chegaria talvez a casos tão patetas.
Re: Triste actualidade
Re: Triste actualidade
CRISTIANO NO BOM CAMINHO PARA CHUTAR A CRISE
Cristiano Ronaldo não pode lamentar-se com a frase que ficou celebrizada no meio onde ele está inserido: «Burro, eu? Era o que faltava. Os portugueses ficam de olhos postos no jovem que começa a perceber que valorizar as suas finanças começam por bons e seguros investimentos. Um resort, poderá até não chegar na época mais risonha. Mesmo assim, começa a investir na sua ilha e com muita segurança futura! Bravo. Cristiano. Nunca te deixes deslumbrar pelos louros, pelos ouros ou pelos olhares femininos. Tudo tem o seu timing! És muito novo e com bons conselheiros poderás ir muito longe. Depois, tens uma família maravilhosa que serve de retaguarda psicológica e não só!
Comentários 5 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub