15 de abril de 2014 às 21:37
Página Inicial  ⁄  Atualidade / Arquivo   ⁄  Reportagem SIC vence melhor imagem no FIGRA

Reportagem SIC vence melhor imagem no FIGRA

"Eu e os Meus Irmãos" venceu o prémio de melhor imagem no Festival Internacional de Grandes Reportagens e Documentários (FIGRA) em França. (Veja reportagem na íntegra no final do texto)
Crianças órfãs de Sida procuram alimentos todos os dias Crianças órfãs de Sida procuram alimentos todos os dias

A reportagem "Eu e os Meus Irmãos" da SIC ganhou o prémio de melhor imagem no Festival Internacional de Grandes Reportagens e Documentários (FIGRA), que decorreu este fim-de-semana em Le Touquet, França.

Com assinatura de Cândida Pinto e imagem de Jorge Pelicano, o documentário relata as vidas dos órfãos de vítimas de sida em Moçambique. Adultos à força, que são obrigados a vencer sozinhos, sem a ajuda dos pais que perderam vítimas do HIV.

"Foi um enorme orgulho receber este prémio que dá relevo à sensibilidade do repórter de imagem Jorge Pelicano, distinguido pelo segundo ano consecutivo", afirma Cândida Pinto, jornalista e coordenadora de Grande Reportagem da SIC.

Em 2009, Jorge Pelicano venceu o prémio de melhor imagem no FIGRA com o trabalho "Uma Vida Normal". O repórter de imagem da SIC é autor dos documentários "Ainda há Pastores" (2006) e "Pare, escute e olhe" (2009), que estreia nas salas de cinema a 8 de Abril.

Reveja aqui a reportagem:

Comentários 6 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Eu e os Meus Irmãos: Muitos Parabéns!
Pela segunda vez, em poucos meses, tenho o enorme gosto de felicitar os autores deste magnífico Documentário (com D grande, evidentemente!). Todos os responsáveis por este projecto, e quem nele trabalhou, estão francamente de Parabéns. Se eu fosse Operador de Câmara, gostaria de trabalhar assim; se fosse Jornalista, gostaria de dirigir um trabalho com esta classe (classe foi a palavra que o Délcio acabou de dizer; ou foi o Santos?); se fosse membro de um Júri teria o maior prazer em dar uma excelente nota a um Documentário como este. A realização é excelente; a instrução é pertinente; os modos parecem-me, quase sempre, adequados. Este Documentário é importante para Moçambique e para todos nós. Finalmente, o que mais me toca em todo este trabalho: o Título! O título é genial; o título é profundamente elucidativo do que se trata, do que é mais importante do que tudo: que cada um de nós, cada Eu que cada um de nós é, possa aprender com estes órfãos de Moçambique a extraordinária Lição que nos dão: cada um é sempre responsável pelo seu Irmão! De facto, creio que é sobretudo pelo título que os Júris não conseguem voltar atrás na sua primeira impressão. Este é, pois, um grande Documentário. Mas desejo que a SIC e os seus Jornalistas não fiquem por aqui: há muito mais a documentar! Acerca do HIV e de muitas outras coisas. E já agora: não se esqueçam de um dia fazer também algo de muito directo e claro sobre o que as Igrejas fazem por estas crianças! Como no Documentário, aliás!
Penitencio-me irmão Miranda Ver comentário
Re: Penitencio-me irmão Miranda Ver comentário
Re: Penitencio-me irmão Miranda Ver comentário
Parabéns!
Dotada por os excelente documentários que apresenta, a estação líder de audiência bem merece este prémio.
Parabéns ao excelentes jornalistas que conseguem captar de uma forma única os testemunhos destas reportagens.
Excel
Neste ambiente de "jornalismo de opinião", feito à base de despachos da Lusa, quero aqui deixar o meu apreço pelo trabalho feito no "terreno" por Cândida Pinto e Jorge Pelicano. É no local, na hora apropriada, no tempo certo que se faz jornalismo de excelência.
Parabéns a estes dois jornalistas da SIC.
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub