Siga-nos

Perfil

Expresso

Regiões

Barragem no Mondego vai criar mil postos de trabalho

Empreendimento vai custar 360 milhões de euros e começa a ser construído em 2011.

Paulo Leitão / Diário As Beiras

A construção da futura barragem de Girabolos, no Rio Mondego, deverá arrancar em 2011, criando mil postos de trabalho directos e cerca de quatro mil indirectos, de acordo com a Endesa, empresa que irá explorar o empreendimento.

Orçamentada em 360 milhões de euros, a barragem terá capacidade para produzir 450 gigawatts por hora, o equivalente ao consumo anual de electricidade de 150 mil famílias.

O projecto irá representar cerca de cinco por cento do mercado hidroeléctrico português. A produção de energia só deverá, no entanto, estar operacional em 2015. 

A Endesa está actualmente a estudar duas soluções diferentes para a barragem, que vai abranger os concelhos de Seia, Mangualde, Gouveia e Nelas, na Serra da Estrela.  Uma delas prevê a construção de duas estruturas - uma para produção de energia e outra de captação de água - enquanto a segunda  prevê apenas uma barragem, com uma quota mais elevada e que irá produzir um lago de água de maiores dimensões, alagando desta forma uma área consideravelmente maior.

Ainda não há decisões sobre qual das duas soluções irá para a frente. O estudo de impacte ambiental vai decorrer até Setembro.