Siga-nos

Perfil

Expresso

Recursos

PAN quer dizer adeus à águia Vitória na Luz

  • 333

A saudosa águia Vitória (a original) na mão de Fabrizio Miccoli, quando o Benfica conquistou a Supertaça

FRANCISCO LEONG

O deputado André Silva diz que o partido é contra a utilização de animais para entretenimento e o afastamento de espécies selvagens do seu habitat

Se dependesse do partido Pessoas Animais Natureza (PAN) a célebre mascote do Benfica tinha os dias contados na Luz. Em declarações ao "i", o deputado André Silva afirmou que se opõe à utilização da águia Vitória nos jogos oficiais dos encarnados em casa, uma vez que o partido é contra a utilização de animais para entretenimento e o afastamento de espécies selvagens do seu habitat natural.

“O PAN não se revê na domesticação de animais selvagens, pois são afastados do seu habitat, ficam impedidos de expressar o seu comportamento natural e de interagir com outros animais que integram o seu próprio ecossistema”, declarou o deputado.

De acordo com André Silva, os animais que são atualmente utilizados para fins lúdicos “não estão em condições de sobreviver na natureza, nem o país tem ainda políticas que assegurem o acolhimento ou encaminhamento desses animais para refúgios ou centros de recuperação de vida selvagem, por isso, estas transições devem ser feitas com alguma ponderação”, defende.

Antes dos jogos oficiais do Benfica em casa, a águia Vitória realiza há vários anos um voo no Estádio da Luz, tendo-se tornado num símbolo dos encarnados.

No passado dia 25 de outubro, no jogo em que o Benfica foi derrotado em casa pelo Sporting (por 0-3), ocorreu um incidente com a águia, que partiu os óculos a um adepto.