Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Vídeos

Gangnam Style: a história por detrás do fenómeno

  • 333

A música do rapper sul-coreano PSY está a tomar de assalto a cultura popular, com a já famosa coreografia do videoclip a estar perto das 300 milhões de visualizações no Youtube. Perceba o fenómeno.

Tiago Oliveira (www.expresso.pt)

Provavelmente, a expressão no coreano original não lhe quer dizer nada. Contudo, basta traduzir para o inglês "Gangnam Style" e é possível que rapidamente comece a trautear o tema e levante-se da cadeira para fazer a badalada coreografia. Aguente só mais um bocado à frente do ecrã para perceber o que está por detrás do mais recente fenómeno planetário da cultura popular.

O nome do artista é PSY, alter-ego de Park Jae-Sang, um rapper sul-coreano, 34 anos, que tinha alguma fama na terra natal e era conhecido pelas letras satíricas e irónicas, mas um perfeito desconhecido no Ocidente. Agora tudo mudou.

"Gangnam Style"  foi o primeiro single do álbum "PSY's Best 6th Part 1" e foi lançado no dia 15 de julho de 2012 na Coreia do Sul, onde subiu diretamente ao primeiro lugar dos tops. Porém, a música quebrou fronteiras e foi lentamente ganhando popularidade no YouTube e nas redes sociais pela coreografia de PSY e pelo ritmo viciante até finalmente ter conhecido um aumento exponencial de reconhecimento, contabilizando até ao momento da escrita deste texto, 291,991,533 milhões de visitas.

Celebridades como Tom Cruise ou Katy Perry já se renderam ao som do sul-coreano, que também já foi convidado do conhecido programa de Ellen Degeneres nos EUA, onde ensinou à apresentadora e Britney Spears os movimentos corretos da dança que popularizou. As imitações já abundam (inclusive em Portugal) e já há registos de flash-mobs realizadas ao ritmo do êxito.

Crítica social

Mas o que significa a música que todos cantam mas praticamente ninguém sabe o que quer dizer? "Gangnam Style" refere-se ao subúrbio mais afluente de toda a Coreia do Sul, Gangnam, próximo da capital Seul e conhecido pelo seu estilo de vida opulento.

As letras referem-se à vida calma durante o dia e louca durante a noite do subúrbio, constituindo uma sátira à cultura de consumismo exagerado, que PSY vê como um dos aspetos mais óbvios da Coreia do Sul.

O rapper assume-se na letra como o "Opa", termo coreano que designa um homem mais velho, a pessoa certa para uma rapariga que se queria destacar de noite e de dia.

O cantor chama a atenção, por exemplo, para raparigas que comem refeições baratíssimas em casa para depois irem beber café em locais como o Starbucks, ato visto como extravagante e ligado a um certo estatuto social. No videoclip, a coreografia ganha também outra dimensão por ser feita em locais inesperados de Gangnam, como uma sauna, um barco, ou com pessoas a jogar xadrez. Um tema e uma artista que prometem dar que falar, agora que PSY assinou com o agente de Justin Bieber.

A acompanhar.

Aproveite e veja o vídeo original...

... a tradução da música para português...

...e a aparição de PSY no programa de Ellen Degeneres