23 de abril de 2014 às 12:07
Página Inicial  ⁄  Dossiês  ⁄  Dossies Atualidade  ⁄  Revoltas no Magrebe e no Médio Oriente  ⁄  Que destino dar a Kadhafi?

Que destino dar a Kadhafi?

Representantes do regime líbio e dos rebeldes estão a realizar contactos centrados sobretudo no destino a dar a Muammar Kadhafi. Clique para visitar o dossiê Revoltas no Magrebe e no Médio Oriente
Lusa
Alain Juppé tem "esperança no processo de reconciliação nacional" HORACIO VILLALOBOS/EPA Alain Juppé tem "esperança no processo de reconciliação nacional"

Representantes do regime líbio e dos rebeldes estão a realizar contactos centrados sobretudo no destino a dar ao coronel Muammar Kadhafi, afirmou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Alain Juppé.

Clique para aceder ao índice do Revoltas no Magrebe e no Médio Oriente

"Não conheço os pormenores, naturalmente, mas sei que estão, por exemplo, a tratar do destino reservado ao próprio Kadhafi, que é neste momento uma das questões centrais, antes de se chegar ao ponto que nos permita passar da fase militar à política", indicou o chefe da diplomacia francesa.

Numa entrevista ao programa Le Grand Jury/RTL/Le Monde, Juppé disse que esses contactos "são mais uma prova" de que se pode "ter esperança no processo de reconciliação nacional" na Líbia.

"Cumprimento do cessar fogo"


Após a fase política, chegará a fase da reconstrução, "que caberá à Líbia, mas na qual deveremos acompanhá-la", supervisionando "o cumprimento do cessar-fogo", sublinhou.

O ministro francês observou que se um assunto como este não o preocupasse "seria um irresponsável", mas defendeu que "há que superar as preocupações para agir" e expressou a sua confiança no Conselho Nacional de Transição (CNT) líbio, que reúne os opositores a Kadhafi.

"Seria surrealista dizer que não há qualquer risco [de que posteriormente a situação se degrade], mas penso que esse risco é pequeno, que temos perante nós pessoas responsáveis e que, dando-lhes acompanhamento, conseguiremos a reconstrução do país", sustentou Alain Juppé.

Comentários 10 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
muito simples
Eu colocava Kadhafi e Sócrates no Zoo de Lisboa e passavam a ser a principal atracção...
Re: muito simples Ver comentário
E o meu caro fazia de palhaço... Ver comentário
Re: muito simples Ver comentário
!
O melhor é pô-lo a estudar filosofia (barata) em Paris.
E o Hugito também para lá pode ir quando se curar da doença (segredo de estado) que tem.
Tenho esperanças que ele recupere rapidamente, porque em Cuba são especialistas nesse tipo de doença (segredo de estado).
Re: ! Ver comentário
Do livrinho das 155 ideias...
Uma é a de vender as Selvagens !!

Aproveitem e vendam-na, dá para várias tendas à vontade !!

A menos que esteja reservada para alguma offshore do Cavaquistão !!
Kadhafi para Cuba ou Coreia do Norte, já!
Com tantas ideias, proponho que vá para Cuba, ou Coreia do Norte.

Acredito que irá arrepender-se pelo que fez...
E que tal...
...uma absoluta inovação, por que não deixar o povo líbio decidir? o que acham? sabem, um regime conhecido com democracia, já ouviram falar?
Que vai para Paris estudar filosofia
Daria um bom filósofo...
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub