Anterior
Ronaldo e Gisele Bündchen em campanha da ONU
Seguinte
Ramos Horta equaciona ser primeiro-ministro
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Qualidade de vida dos portugueses abaixo da média

Qualidade de vida dos portugueses abaixo da média

Fosso entre ricos e pobres em Portugal é "considerável" e portugueses são dos menos "satisfeitos com a vida", perdendo apenas para a Turquia, revela relatório da OCDE sobre qualidade de vida em 36 países hoje divulgado em Paris.
|
Portugal tem índice de desemprego entre jovens maior do que a média da OCDE

Entre os 30 países da Organização  para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), Portugal é o segundo país cuja população está menos satisfeita com a vida. Pior mesmo só na Turquia.

No Better Life Index (Índice para uma vida melhor), estudo hoje divulgado em Paris, instados a avaliar a sua satisfação geral com a vida, numa escala de 0 a 10, os portugueses deram como resposta 5,2. Valor este que fica muito abaixo da média europeia de 6,7.

Portugal é, támbém, o país onde há mais disparidade no indicador "satisfação com a vida" entre quem tem e quem não tem estudos superiores. E o fosso entre ricos e pobres é considerável: 20% da população rica ganha seis vezes mais do que os 20% da população mais pobre.

Como é habitual, é nos países nórdicos e em alguns anglófonos (Cana e Austrália) onde se registam os  maiores  níveis de  satisfação com a vida.

Portugal saiu mal na fotografia


O Better Life Index (BLI) da OCDE é um conjunto de indicadores com o objetivo de medir a qualidade de vida. Além dos 30 membros da Organização, o Index apresenta dados de seis outros países (Indonésia, China, Índia, África do Sul e, pela primeira vez, Brasil e Rússia).

Entre os 36 países, e considerando os 11 indicadores (habitação, rendimento, trabalho, comunidade, educação, ambiente, Governo, saúde, satisfação com a vida, segurança e equilíbrio casa-trabalho), Portugal fica-se pelo 29º lugar.

Além do baixo índice de satisfação com a vida, Portugal tem também uma das mais significativas diferenças relacionadas com a distribuição das tarefas domésticas. Nós, por cá, temos os homens a trabalhar um terço do que trabalham as mulheres. Ou seja, os homens dedicam apenas 96 minutos por dia para cozinhar, limpar ou cuidar das crianças, contra os 328 minutos que passam as mulheres nestas tarefas, e menos do que a média de 131 minutos da média da OCDE.

Outro dos pontos negativos de Portugal é o fato de os jovens entre os 15 e os 25 anos apresentarem uma taxa de desemprego de 22,3%, em comparação com a média da OCDE, que é de 16,7%. Além disso, 5,6% da população está desempregada desde há um ano ou mais, quando a média na OCDE é de apenas 3%.

 


Opinião


Multimédia

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.


Comentários 27 Comentar
ordenar por:
mais votados
CUIDEM-SE TURCOS!
Com o Passos no governo, o 1º lugar vai ser de Portugal!
Tu consegues Passos, os Portugueses acreditam em ti!
Re: CUIDEM-SE TURCOS!
Sócrates,só ele sacou 300 milhões!
grande "oportunidade" a dele!
Re: Sócrates,só ele sacou 300 milhões!
Re: Sócrates,só ele sacou 300 milhões!
Re: Sócrates,só ele sacou 300 milhões!
Re: Sócrates,só ele sacou 300 milhões!
Esse ranking é uma poia.
Essa do "equilíbrio casa-trabalho" só pode ser para rir.
QUALIDADE DE VIDA DOS PORTUGUESES ABAIXO DA MÉDIA
Bem ... depende de que portugueses estamos a falar ...
Como o relatório foi apresentado em Paris ... eu começo por Sócrates ... e de seguida dou mais uns exemplos ... Jorge Coelho, Dias Loureiro, Isaltino Morais, Armando Vara, Eduardo Catroga, António Mexia, Henrique Granadeiro, Alexandre Soares dos Santos, Belmiro de Azevedo, Américo Amorim ... e por aí fora ...
Estes são apenas exemplos de portugueses com qualidade de vida muito, mas mesmo muito acima da média ...

E depois claro ... temos os outros portugueses ... e para esses a qualidade de vida não está abaixo da média ... está é na m##da ...
Salários dos membros do governo aumentam
Políticos ganham mais em salários

  Os políticos obtiveram um aumento remuneratório médio mensal dez vezes superior à média dos funcionários da Administração Central: entre salário e suplementos, o rendimento médio mensal dos membros do Governo e dos deputados cresceu de 5370 euros, em Outubro de 2011, para 5661 euros, em Janeiro deste ano, uma subida de 5,4%. Já o ganho médio de todos os trabalhadores da Administração Central registou, no mesmo período, um aumento de 0,5%, com o vencimento recebido no final do mês a subir de 1745 euros para 1754 euros.
Os dados da Síntese Estatística do Emprego Público, que foram divulgados esta semana pelo Ministério das Finanças, revelam que os representantes do poder legislativo, no Parlamento, e de órgãos executivos, no Governo, recebem no final do mês, através dos suplementos remuneratórios e das despesas de representação, um montante bastante superior ao salário base médio mensal. Com um ordenado base mensal de 4 015 euros, os políticos recebem em média mais 1646 euros em complementos salariais. E é assim que, no final do mês, a remuneração total média atinge 5661 euros.

...

www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/politica/politicos-ganham-mais-em-sala rios

Austeridade e flexibilidade salarial e laboral , como sempre , são só para os mesmos de sempre.
 
Os políticos deste país
Devem-se sentir orgulhosos deste feito.
O Trauliteiro avisou...

que iamos empobrecer!

mas há excepções...

a classe política e os metralhas!
A contar de baixo
Eu não diria abaixo da média,está mais para abaixo de cão!
à pessoas que são pagas para dizer isto???
à pessoas que são pagas para dizer isto???
qualquer pessoa com um computador e que queira ver o que se passa noutros paises chega a essa conclusão em 10 minutos.
por outro lado a miséria em que vivemos sente-se na rua.
Re: Qualidade de vida dos portugueses abaixo da mé
Quiseram republicas não quiseram? Aceitaram golpes de estado atrás de golpes de estado e agora queixam-se que são pobres?
E do que é que estavam à espera?
O povo não é o soberano? Então vão-se queixar ao "soberano"! (A culpa só pode ser dele. Não é ele quem manda?)
Portugal somos nós!
Eis que é chegado o tempo de todos nós reflectirmos se valeu a pena tanta ganância, tanto egocentrismo, perseguir como cães danados pessoas nos seus empregos até levá-los à depressão, mentir para tirar proveito de uma situação passageira no tempo!

Portugal somos nós. O João, o Zé, a Maria, a Flávia, temos de ter consciência que somos todos importantes numa imensa união de credos e valores.

Não podemos deixar passar impunes os vigaristas tenham eles o nome que tenham e sejam eles quem forem, não lhes devemos nada a não ser anos perdidos .

A mudança tem de começar silenciosamente em cada um de nós, e esse calor tem de queimar as entranhas e ir subindo para a boca e sair num estrondoso grito. E um, e outro se unirão e todos juntos faremos a diferença.

Este é o país onde viveram e trabalharam arduamente os nossos pais, e antes deles os nossos avós, e antes deles os bisavós e por aí em diante, não é o pais de algum asno que por saber ler e escrever se julga o dono do mundo!

Temos que mudar a nossa maneira de pensar e de agir porque o mundo está cheio de pessoas desejosas de aproveitar os nossos deslizes e aproveitar-se dos nossos medos.

Andavas a precisar duma amansadela.
Faz-te à vida vigarista! Vai trabalhar
Pianinho.
Tás louco?Tnes me o quê?
Pianinho, pianinho.
Flas muito para quem se escondeu!
Pianinho, pianinho, pianinho.
Já sei quem és....
Boa,
Isto é notícia?
Dois reparos:

1. "Qualidade de vida dos portugueses abaixo da média"
Não, qualidade de vida da maioria dos portugueses abaixo da média; como já foi apontado noutro comentário.

2. "os jovens entre os 15 e os 25 anos apresentarem uma taxa de desemprego de 22,3%"
Ora bem... abaixo dos 16 anos não será trabalho infantil?
Entre os 16 e os 18 não é lá muito expectável que trabalhem, deveriam estar a tentar concluir o secundário (se tiverem possibilidades, obviamente).
Quanto a maiores de idade, fico sempre curioso por saber quantos destes jovens são recém-licenciados em cursos superiores que toda a gente sabe, há anos, que não têm escoamento no mercado (como Psicologia). Mas estamos em Portugal, se não tens canudo não tens prestígio, estatuto social, isso é que interessa.
portugueses menos "satisfeitos com a vida":
www.caminhadapelavida.org
Comentários 27 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub