21 de abril de 2014 às 1:39
Página Inicial  ⁄  Economia  ⁄  Arte  ⁄  Quadro de Gauguin pode atingir €12 milhões

Quadro de Gauguin pode atingir €12 milhões

Um quadro do pintor Paul Gauguin (1848-1903) vai a leilão em fevereiro em Londres com uma estimativa base entre os 8,3 e os 12 milhões de euros, com elevadas expetativas de resultados recorde.  
Lusa
A obra Nature Morte à L'Espérance, de Paul Gauguin, data de 1901 Reuters/Stefan Wermuth A obra Nature Morte à L'Espérance, de Paul Gauguin, data de 1901

A tela de Paul Gauguin , chamada "Nature Morte à L'Espérance", data de 1901 e é considerada uma das mais importantes naturezas mortas do francês, um de quatro quadros com girassóis do mesmo ano, pintados em homenagem ao amigo e pintor Vincent van Gogh.  
 
A obra fez parte de mais de 20 grandes exposições em todo o mundo, incluindo a primeira grande retrospetiva do artista, no Grand Palais, em Paris, em 1906, mas não é vista em público desde 1989.  
 
Agora vai a leilão em Londres numa venda de arte Impressionista e Moderna, na Christie's, com um valor estimado entre sete milhões e 10 milhões de libras (8,3 milhões a 12 milhões de euros).  
 
Ao todo, serão leiloados 46 lotes, incluindo trabalhos de Claude Monet, Pablo Picasso, Henri Matisse e Georges Braque. 

Christie's prevê ganhar até €96,6 milhões


A Christie's espera arrecadar com este leilão no dia 09 de fevereiro entre 54,7 milhões e 81 milhões de libras (65,2 e 96,6 milhões de euros).
 
A diretora do departamento de Arte Moderna e Impressionista, Giovanna Bertazzoni, manifestou esperança de que este ano continue os bons resultados de 2010.  
 
Em venda encontra-se, disse, "um número significativo de obras impressionistas que têm estado nas mãos de privados há décadas", que poderão interessar a colecionadores, em especial de países emergentes como a Rússia ou a China.
 
No mesmo dia realiza-se um leilão de arte surrealista com obras de René Magritte, Salvador Dalí, Max Ernst, Giorgio de Chirico, Paul Delvaux e Francis Picabia. 

Comentários 0 Comentar
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub