Anterior
"Urbanismo em Portugal equivale ao tráfico de droga", diz Paulo Morais
Seguinte
Google+ já tem quase 10 milhões de utilizadores
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   PS: Seguro e Assis trocam palavras duras em debate televisivo (vídeo)

PS: Seguro e Assis trocam palavras duras em debate televisivo (vídeo)

O debate televisivo entre os dois candidatos à liderança do PS, António José Seguro e Francisco Assis, na SIC Notícias, registou dois períodos de discussão contundente, primeiro sobre os últimos resultados eleitorais, depois sobre eleições primárias internas.

Ao longo dos 50 minutos do debate, moderado pela jornalista Ana Lourenço, Seguro e Assis, tal como se esperava, assumiram enericamente posições idênticas de crítica dura face à atual situação da União Europeia, sobre os primeiros dias do governo de coligação PSD/CDS e sobre o modelo económico liberal conservador.

Ambos também praticamente ignoraram ao longo da discussão os restantes partidos da oposição de esquerda, o PCP e o Bloco de Esquerda.

A discussão azedou pela primeira vez quando António José Seguro, que foi cabeça de lista do PS por Braga nas últimas eleições, considerou que neste distrito os socialistas tiveram o melhor resultado nacional, ultrapassando mesmo o do Porto, círculo pelo qual Assis foi 'número um' no último ato eleitoral.

Assis não gostou e atacou Seguro: "Achas que trazes uma nova forma de fazer política, fizeste o elogio de uma posição contra o cinismo, mas devo dizer-te que não deves resvalar para a pequena política", continuando: "Vires aqui fazer o elogio de um resultado supostamente melhor em Braga do que no Porto é um argumento muito débil".

Palavras duras entre adversários


Seguro deixou então alguns avisos a Assis: "É preciso manter o nível do debate, quero que decorra com elevação, tem de haver muita dignidade", declarou, mas Assis ripostou imediatamente, usando palavras duras.

"Não és tu que me vais dar nenhuma lição de dignidade em relação à forma como devemos estar na vida política. Não sou um moralista na vida política e nunca quis dar lições a ninguém. Sou um político com erros e virtudes. Tive no Porto um resultado absolutamente idêntico ao que tiveste, só com uma diferença de décimas e tendo uma oposição de esquerda mais forte do que aquela que tiveste em Braga. Uma coisa é certa, os resultados foram ambos maus", contrapôs Assis.

Perante estas palavras, o ex-ministro de António Guterres respondeu igualmente com palavras duras.

Comparações a Passos Coelho


"Francisco Assis, tu falas muito bem, mas é preciso descer à realidade. Falo sempre de factos e eu não gostei que tu te referisses à minha estrutura mental. Convém que te acalmes um bocadinho", disse, numa alusão ao facto de o ex-líder parlamentar o ter considerado mais próximo do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, em termos de perfil.

"Essas coisas de tentares, por aproximação, com palavras bonitas, vir dizer que sou igual a Passos Coelho, isso não cola. Sou candidato a líder do PS, que é um grande partido, com grandes tradições, com grandes líderes, que sempre souberam afirmar as campanhas internas com grande dignidade", disse.



Veja o debate transmitido pela SIC Notícias:

Opinião


Multimédia

E que tal uma canjinha de pato?

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione com esta nova receita.

Os assassínios, as execuções, as decapitações são as imagens mais chocantes de uma propaganda cada vez mais sofisticada. É a Jihad, que recruta guerrilheiros no ocidente para matar e morrer na Síria. O Expresso seguiu as pisadas de cinco jiadistas portugueses, mostrando quem são e como foram convertidos e radicalizados. E como lutam, como foram morrer - e como já haverá arrependidos com medo de fugir. Reportagem em Londres, no café onde viam jogos de futebol, na universidade onde estudavam e na mesquita onde rezavam. Autoridades e especialistas em terrorismo estão alerta sobre este pequeno mas perigoso grupo, onde corre sangue português - e de onde escorre sangue por Alá.

Desfile de vedetas

Saiba tudo sobre os modelos concorrentes ao Carro do Ano 2015/Troféu Essilor Volante de Cristal. Conheça o essencial sobre os 20 automóveis participantes nesta iniciativa, da estética, às características técnicas, do preço ao consumo. A apresentação ficará completa no dia 3 de janeiro.

Elvis. Gostamos ou não gostamos?

Ele não é consensual, mas é incontornável. Dispunha de penteado majestoso e patilha marota, aparentava olhar matador e pose atrevida. E deixou canções: umas fáceis e outras nem tanto, por vezes previsíveis e às vezes inesperadas, ora gentis ora aceleradas. E ele, Elvis, nasceu em janeiro de 1934 - há precisamente 40 anos, ao oitavo dia. Temos quatro textos sobre o artista: Nicolau Santos, Rui Gustavo, Nicolau Pais e João Cândido da Silva explicam o que apreciam, o que toleram e o que não suportam.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

Piza de manga com estragão e canela

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Desacelerámos a realidade para observar a euforia da liberdade

Ela, Jacarandá, é algarvia. Ele, Katmandu, é espanhol. São linces e agora experimentam a responsabilidade da liberdade: foram soltos esta terça-feira numa herdade alentejana, próxima de Mértola, eles que saíram de centros de reprodução em cativeiro. Foi inédito: nunca tinha acontecido algo assim em Portugal. Estivemos lá e ensaiámos o slow motion.

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?


Comentários 38 Comentar
ordenar por:
mais votados
!
Já foi emitido o prograna dos marretas??
Re: !
Re: !
Re: !
Re: !
Re: !
Re: !
Re: !
Peixeirada na Paróquia....
Os dois párocos candidatos a abade da freguesia ofereceram um momento único de catequisação faltando saber quem vai levar a caixa das esmolas....
Re: Peixeirada na Paróquia....
Re: Peixeirada na Paróquia....
Desilusão
Digo com toda a franqueza que o debate foi uma desilusão. Foram 45 minutos de concordância em torno de lugares comuns e 5 minutos de discussão confusa sobre uma proposta de Assis que considero disparatada. É preciso dar a oportunidade a todos os militantes do PS de apresentarem e discutirem as suas ideias, sem constrangimentos e com um verdadeiro aproveitamento das melhores propostas no programa do PS. Não precisamos de primárias em que supostos simpatizantes do PS participem nas eleições dos candidatos do PS às eleições, o que não acrescenta nada ao debate de ideias, além de eventualmente permitir distorções
por causa de interesses alheios ao PS.
Esclarecimento
Re: Desilusão
Re: Desilusão
PS
Será que dentro deste partido não exista gente com coragem de destronar este tipo de caciques e mentalidade retrógrada e vícios velhos?
Pois o PS merece melhor se quiser-se afirmar como o verdadeiro partido de esquerda democrática, enquanto se mantiver este trajeto vai levar muitos anos a endireitar e tomar o rumo certo, e o país necessita realmente de um verdadeiro partido de esquerda com sentido de estado e que esteja disposto a servir e não a se servirem.
duas faces da mesma moeda (rating em baixa...)
O debate chegou a ser grotesco... parecia o debate entre dois candidatos a primeiro ministro e não apenas a secretário geral interino de um partido, enquanto António Costa se prepara...

Adorei os sorrisos que trocavam entre duas navalhadas...

Se o PS ficar (in)seguro, será que vai ser alvo de assis(tência) de urgência?...
Re: duas faces da mesma moeda (rating em baixa...)
Re: duas faces da mesma moeda (rating em baixa...)
O PASSADO E O FUTURO
Nem sei o q dizer. Sobre Seguro só se me ocorre uma palavra, MAU. A criatura é patética. É o verdadeiro especialista em nada armado em sénior da vida. O pouco de lógico q disse vinha encenado. Não sai do superficial. Diz banalidades e é constrangedoramente previsível. A parte mais hilariante quase infantil é aquela da comparação da sua derrota d Braga com a d Assis no Porto. Parecia conversa tonta d crianças, o meu pai é mais forte q o teu, a minha pila é maior q a tua. Pobre PS se elege este mentecapto. Disseram-me q invocou a determinada altura a sua área académica… a ciência politica. Tudo nele é fake. Seguro representa o pior da classe politica portuguesa. É sem duvida alguma alguém acomodado ao sistema, o parasita d Abril, o poltiquinho profissional. Esta criatura fora da política seria o q agora já é, um zero. Sobre Assis, eu lamento q aquela fluência d discurso, clarividência e consistência não esteja ao serviço da Direita. Trata-se d alguém com passado útil e com um passado pautado por manifestações reais d convicções. O episodio d Felgueiras em q jagunços socialistas o agrediram e enxovalharam deveria ser suficiente p q os socialistas lhe atribuíssem a liderança. Trata-se d alguém q não tem historia p contar. Ele tem episódios reais p narrar. Como sabem sou convictamente d Direita. Abomino a esquerda dita democrática do ice-tea q Seguro tão bem personifica. Mas como democrata vos digo q Assis é um político q Portugal precisa e necessita pois não há bons governos se
Re: O PASSADO E O FUTURO 2
TZ Seguro
De todo o debate...
... isso foi o mais importante ou é aquilo que dá mais jeito à causa e daí a divulgação com tanto destaque?

... na minha opinião esse destaque é o que dá mais jeito à causa!
Venha a Moody's
Se a Moody's tivesse assistido a este "tesourinho deprimente" tê-lo-ia classificado de...ESTERCO. Nem "lixo" seria.
Pobreza confrangedora.
Dois sacristãos a disputar sobre quem despejará o penico ao senhor prior.
Assis posso escolher o candidato a câmara Almada?
Eu não sou do PS mas estou mortinho para correr com os comunas daqui. Posso escolher o candidato? É que desde o Torres Couto que conhecia Almada quando vinha de avião de Bruxelas até ao pedófilo Paulo Pedroso já aterrou de tudo nesta cidade.
Re: Assis posso escolher o candidato a câmara Alma
Re: Assis posso escolher o candidato a câmara Alma
Eu bem disse...
Se "isto" é o melhor que o PS tem para nos oferecer depois do Sócrates... Viva o Passos Coelho!!!

Eu bem disse já em 2009 que com o PS de Sócrates a fazer políticas de direita, mais os compadrios etc., lhe ia seguramente acontecer o mesmo que ao PS Francês pós-Lionel Jospin...
Fascinante...
É fascinante como estes papagaios se afirmam traidores à Portugal, e se mostram dispostos a entregar a nossa pátria a jugo estrangeiro, e que não haja ninguém a dizer nada, é tudo normal...
Seguro é imaturo
Seguro tem inveja do ex-líder da JSD e actual PM.

A psicologia explica o seu problema pessoal.

Que dois!
Esta gente do PS não tem vergonha! Que lindo líder que vão escolher! Entre o Seguro que andou calado como um rato durante todo o tempo em que Sócrates mandava e o Assis que o defendia como ninguém, e que portanto também é responsável por tudo o que aquele gang fez, venha o diabo e escolha. Mau! Muito Mau!
AJSEGURO representa o fracasso da nossa Democracia
Onde esteve A.Seguro nos últimos anos, especialmente depois do desabamento da crise internacional sobre as nossas cabeças, durante a coligação criminosa e lesa-pátria contra o Governo de José Sócrates? Um "aparelhista" reacionário e oportunista, conservador, figura primeira dos interesses instalados na "Nomenklatura" portuguesa, arregimentador do que há de pior na vida do PS (e nos outros partidos), gente que anda nos partidos para tratar da sua vidinha.

Onde estiveram esses queridos... militantes no setor da Saúde, do Ensino, nas grandes empresas em defesa de reformas implementadas por José Sócrates, etc.?

AJSeguro é um bluff, o exemplar perfeito do nosso sistema partidário putrefacto, dominado por bandos e camarilhas.

Mário Soares quando preconiza "Refundar o Partido", quer dizer o quê? Que o PS foi assaltado por gente que só quer tratar da sua vida pessoal e familiar.

ALSeguro é, neste momento, o líder desses interesses instalados.

A proposta de Assis é a melhor saída para reforçar os pilares da democracia portuguesa, chamando os simpatizantes a pronunciarem-se na escolha de candidatos do PS.

os bons militantes do ps têm uma oportunidade extraordinãria de lançar ataque eficaz a esses bandos e refundar o PS, elegendo ASSIS.

Esse exemplo que devem dar alastrava-se a todo o nosso sistema partidário.

É IMPERIOSO TRAVAR GUERRA AOS BANDOS DE MALFEITORES QUE ASSALTARAM O PS E OS OUTROS PARTIDOS.
Re: AJSEGURO representa o fracasso da nossa Democr
o Polvo ainda bole
Não me dei ao trabalho e perda de tempo em ouvir o que os dois adversários iriam dizer.
O que poderia vozear Assis que durante tanto tempo foi a voz dos desmandos do PS e do seu líder de "saudosa memória"?
Vendo a que nos levou o caminho percorrido (em marcha atrás) o que poderia prometer?
Desdizer-se e arrepiar caminho?
E (in)Seguro?
Com proa de perú e pose de candidato a PM escudado em vagas divergências que foi premeditadamente evidenciando, apenas suficientes para alibi futuro sem que contudo lhe causassem dissabores no vespeiro em que navegava, sem ideias que se vejam, ficou subitamente muito inteligente e já descobriu como se deve governar.
Já se sente habilitado não só a criticar como a dar conselhos ao novo governo.
Pena é que este desabrochar não tenha sido há mais tempo pois evitaria certamente a Bancarrota em que nos encontramos e de que ele, embora não o admitindo é um grande responsável.
O facto de aparentemente o aparelho lhe ser favorável, é um sinal negativo pois este só apoia quem lhe mantiver os privilégios que são contrários aos interesses da Nação.
Em suma, nenhum dos dois tem estaleca para haspirar a ser PM, mas apesar de tudo Assis é o menos mau

Comentários 38 Comentar

Últimas

Receba a nova Newsletter
Ver Exemplo

Pub