21 de abril de 2014 às 13:08
Página Inicial  ⁄  Atualidade / Arquivo   ⁄  PS abstém-se na moção de censura ao Governo

PS abstém-se na moção de censura ao Governo

Os socialistas dizem não estar do lado do Governo,  mas defendem que a moção de censura do PCP não contribuiria em nada para resolver os problemas dos portugueses.
O secretário-geral do PS, António José Seguro, à conversa com Carlos Zorrinho, presidente do grupo parlamentar do partido Andre Kosters/Lusa O secretário-geral do PS, António José Seguro, à conversa com Carlos Zorrinho, presidente do grupo parlamentar do partido

O PS anunciou hoje que vai abster-se, na segunda-feira no Parlamento, na votação da moção de censura do PCP ao Governo, alegando que está contra uma crise política, mas que também é oposição ao Executivo.

A posição dos socialistas foi transmitida aos jornalistas pelo líder parlamentar, Carlos Zorrinho, no final de uma reunião da Comissão Política do PS, que durou cerca de três horas.

Carlos Zorrinho referiu que, durante a Comissão Política do PS, não houve votação sobre o sentido de voto dos deputados socialistas face à moção de censura do PCP, mas adiantou que a opção pela abstenção "foi consensual".

Evitar crise política


"O PS é oposição a este Governo, mas não deseja uma crise política e não acompanha as propostas de criar esse contexto de crise política feita por um partido [o PCP] que não tem qualquer alternativa construtiva para o país. Por isso, o PS vai abster-se na votação da moção de censura que foi apresentada pelo PCP", declarou o líder parlamentar socialista.

Interrogado sobre o motivo que leva os socialistas a afastarem a possibilidade de votarem contra a moção de censura do PCP, uma vez que estão contra a fundamentação desta iniciativa, Carlos Zorrinho referiu que "o PS se assume como oposição ao Governo".

Moção não resolve nada


"Há muitas razões para censurar o Governo e a política que está a ser posta em prática não é uma boa política. O PS não está ao lado do Governo, mas é construtivo e a moção de censura do PCP não contribuiria em nada para resolver os problemas dos portugueses", advogou.

Confrontado com a acusação do secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, de que o PS está "em cima do muro", Carlos Zorrinho rejeitou e contrapôs: "O PS está no centro das preocupações das pessoas".

"Há em Portugal três espaços políticos marcados: o da direita seguidista, sem capacidade de desenvolvimento do país; o de uma esquerda retórica sem propostas construtivas; e o do PS, partido que nos planos europeu e nacional luta para criar melhores condições para o futuro do país", acrescentou.

Comentários 21 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Disseram censura ?!?!

Mas quem é que censura este governo ?!

Tem maioria absoluta dada por 25% dos portugueses, garantindo que vence qualquer moção parlamentar de censura.

Tem maioria em tudo o que é Comissão de Inquérito, garantindo que a voz, a vontade e os interesses do dono vençam.

Nas Entidades de supervisão, nem vale a pena abordar.

Nos casos mais escabrosos, lá está o Relvas e o panda espião que tratam da limpeza !!

O PC está a gastar cartuxos !!!
A Parque Escolar de Sócrates:Diário de Noticias Ver comentário
Re: A Parque Escolar de Sócrates:Diário de Noticia Ver comentário
Re: Disseram censura ?!?! Ver comentário
O PS
Bem podia deixar de existir, pois nada de útil e lucrativo tem dado ao país, só é conhecido pelos piores motivos.
Partido chucha.
Censurem mais este, pois estão de volta os pintores.
"Palhaçada" do PCP
O PCP está a transformar-se num partido irresponsavel:greves e mais greves,numa lógica do quanto pior melhor e agora diverte-se com as moções de censura para abrilhantar os pic nics de fim de semana e as fofoquices das esxursões dos seus sindicatos.
Faz bem o PS em não alinhar nessa palhaçada!
http://youtu.be/bHV8E3MW250 Ver comentário
Re: Ver comentário
PS
Não se esperaria outra coisa.
  O PCP tem agenda própria, está com toda a artilharia na rua, CGTP todas as semanas, sindicatos do partido em greves quase permanentes, num forcing total cujos objectivos não vislumbro.A ocasião foi mal escolhida, começo do verão, campeonato de futebol, tudo isso tira visibilidade aos eventos.

O PS é um partido de governo, exige-se-lhe outro comportamento, Na minha opinião devia fazer uma oposição sectorial e concreta, apontando erros e apresentando alternativas. Mas o grupo parlamentar do PS tem pouca capacidade de trabalho, preferem umas tiradas avulso a ter que examinar , medida a medida, o que acham mal e agarrar no assunto.
  Os deputados portugueses não tomam o cargo como uma responsabilidade de trabalho, preferem construir as suas redes de influência , para uso futuro.

Aliás, para o PS, haveria sempre um incómodo latente em censurar um governo , que existe como consequência de erros próprios. Ainda andará por lá alguém com vergonha na cara, suponho..........
Outra coisa não seria de esperar de um partido
falsamente que se diz Socialista, mas não passa de neo liberal, apoiando pela abtenção um poder ultra liberal.....
A Troika (PSD/CDS e PS) unida.....
A própria Organização Internacional do Trabalho (OIT) descobriu, faz mais de uma década...
  ... que os políticos (e os sindicalistas deles dependentes) acabaram por perceber que os governos neoliberais “podem viver com um desemprego elevado se só estiver seriamente ameaçada uma minoria de talvez 20% da população” – número acima do qual se torna potencialmente perigosa (para a burguesia) a eclosão de uma revolta. É nesta base, de evitar os riscos de explosão social que o capitalismo convive ainda muito bem com o facto de deixar marginalizada uma quinta parte dos cidadãos.
Razoável, responsável e coerente.....
... a posição assumida pelo PS, convenhamos.

Sim, numa situação em que o Governo não merece mais que um voto a favor da censura é bom não esquecer que tal poderia originar dificludades polticas indesejáveis, sem qualquer efeito prático, sendo também de não esquecer que o PCP não merece qualquer convergência do PS.

O PCP, contra o PS, desde 1975 quando foi "posto nos eixos" por Mário Soares e o Grupo dos Nove, foi sempre claro.

Portanto a posição do PS tem que entender~se como a mais correcta.

Disseram censura?
Mas será que alguém ainda tem dúvidas do que é este PS? É tudo farinha do mesmo saco. 25 de Abril, sempre!
Va la
Resta ao PCP o consolo do mini Bloco de Esquerda ... para não se sentirem tão abandonados.
Re: Va la Ver comentário
Re: Va la Ver comentário
Políticos!
Nem com molho de escabeche!
Vá lá!!
Finalmente puseram os interesses do país à frente da mesa.

O PCP não tem mais nada que fazer senão moção de censura quando o que se mais se tenta é conciliar.

Deve crer acabar como a Grécia que nem Rei nem roque.

Acho que neste momento precisamos de acertar muitas decisões internas ,precisamos de ter grande parte dos partidos unidos , e sem marmelos com estes do PCP que nunca ganharam eleição nenhum a tentar dar o toquezinho para ver se as cuecas caem . O país mal anda em tanga ...

SÍTIO GOVERNADO POR LADRÕES !!!
ROUBAR, ROUBAR, ROUBAR...
...NÃO ACREDITAMOS EM LADRÕES...MAS NUNCA DEVIAM TER TOCADO NO DINHEIRO QUE NUNCA PERTENCEU AO ESTADO E EM QUEM OS TRABALHADORES CONFIARAM COMO "FIEL DEPOSITÁRIO", E AO MEXEREM ONDE NÃO DEVIAM PRATICARAM UM ROUBO DE...ESTADO QUE DEVIA SER PESSOA DE BEM E NÃO É !!!

PODE ESTE BANDIDO, ESTAR DESCANSADO, POIS O SÓCIO DO (IN)SEGURO, ASSINARÁ TUDO COM A CORJA DE LADRÕES DE REFORMADOS QUE "USURPARAM" O PODER, ENGANANDO OS PORTUGUESES E AS...CRIANÇAS !!!ENTRE OS DOIS, VENHA O DIABO E ESCOLHA !!!O ESTADO É "FIEL DEPOSITÁRIO" DOS DESCONTOS DE UMA VIDA INTEIRA DE TRABALHO - QUE OS CRÁPULAS NÃO SABEM O QUE É - E QUE NÃO PODEM CONFISCAR !!!PEDE-SE AO DR. MARINHO PINTO QUE PATROCINE UMA ACUSAÇÃO A ESTE (DES)GOVERNO DE LADRÕES, POIS É UMA CAUSA JUSTA !!!E SENDO JULGADOS, QUE A FORCA VOLTE A FUNCIONAR !!!ACABE-SE COM OS ANTIPATRIOTAS !!! E OS TRAIDORES DA PÁTRIA !!!
O governo...
...não presta, o governo é mau, o governo rouba os portugueses, o governo isto e aquilo...mas votar a favor da moção...não isso não...afinal de contas se fossemos governo faziamos a mesma coisa...será esta a conclusão de seguro depois de pensar, pensar, pensar...
Parece anedota...1
Parece anedota, mas é autêntico:
Dia 11 de Abril do ano passado, um homem armado assaltou a dependência do Banco Português de Negócios, ou simplesmente BPN, na Portela de Sintra, arredores de Lisboa e levou 22 mil euros.
  Trata-se de um assalto histórico: foi a primeira vez que o BPN foi assaltado por alguém que não fazia parte da administração do banco.
 
O BPN tem feito correr rios de tinta e ainda mais rios de dinheiro dos contribuintes.
  Foi a maior burla de sempre em Portugal, qualquer coisa como 9.710.539.940,09 euros.
 
Com esses nove biliões e setecentos e dez milhões de euros, li algures, podiam-se comprar 48 aviões Airbus A380 (o maior avião comercial do mundo), 16 plantéis de futebol iguais ao do Real Madrid, construir 7 TGV de Lisboa a Gaia, 5 pontes sobre o Tejo ou distribuir 971 euros por cada um dos 10 milhões de portugueses residentes no território nacional (os 5 milhões que vivem no estrangeiro não seriam contemplados).
  João Marcelino, director do Diário de Notícias, de Lisboa, considera que “é o maior escândalo financeiro da história de Portugal. Nunca antes houve um roubo desta dimensão, “tapado” por uma nacionalização que já custou 2.400 milhões de euros delapidados algures entre gestores de fortunas privadas em Gibraltar, empresas do Brasil, offshores de Porto Rico, um oportuno banco de Cabo Verde e a voracidade de uma parte da classe política portuguesa que se aproveitou desta vergonha criada por figuras importantes daquilo que foi o ...
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub