154

Português nega ser o carrasco no vídeo do Estado Islâmico

Anterior
Dois soldados norte-americanos mortos por polícia afegão
Seguinte
22 portugueses feridos num acidente em França
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   PS a um ponto do PSD

PS a um ponto do PSD

Sondagem da Eurosondagem para o mês de agosto mostra que o PS está no ponto mais alto desde as eleições do ano passado, enquanto o PSD se encontra no seu valor mais baixo.
|

Passos Coelho terminou o seu discurso de rentrée política no Pontal na última terça-feira a garantir que 2013 já não será um ano de recessão em Portugal. O efeito dessas palavras junto dos portugueses ainda não é medido na sondagem de agosto da Eurosondagem para o Expresso e a SIC. Mas uma coisa é certa: até esse dia Passos Coelho, o PSD e o Governo não tinham conseguido inverter a tendência de queda que têm tido na sondagem nos últimos meses.

Tendência essa que leva a que no pico do verão de 2012 o PSD tenha o seu resultado mais baixo desta legislatura, com o PS a conseguir o seu resultado mais elevado, estando agora a apenas um ponto de diferença dos social-democratas. Isto é, os dois partidos estão praticamente empatados, com o resultado que os diferencia a ficar dentro da margem de erro desta sondagem.

Na popularidade dos líderes políticos, destaque este mês para a subida de Cavaco Silva e para a manutenção de Paulo Portas como o político mais popular em Portugal.


Ficha técnica

Estudo de opinião efetuado pela Eurosondagem, S.A. para o Expresso e SIC, de 9 a 14 de agosto de 2012. Entrevistas telefónicas, realizadas por entrevistadores selecionados e supervisionados. O universo é a população com 18 anos ou mais, residente em Portugal Continental e habitando em lares com telefone da rede fixa. A amostra foi estratificada por Região (Norte - 20,8%; A.M. do Porto - 13,5%; Centro - 29,7%; A.M. de Lisboa - 26,6%; Sul - 9,4%), num total de 1011 entrevistas validadas. Foram efetuadas 1280 tentativas de entrevistas e, destas, 269 (21,0%) não aceitaram colaborar neste estudo de opinião. Foram validadas 1011 entrevistas, correspondendo a 79,0% das tentativas realizadas. A escolha do lar foi aleatória nas listas telefónicas e o entrevistado, em cada agregado familiar, o elemento que fez anos há menos tempo. Desta forma aleatória resultou, em termos de sexo (Feminino - 51,9%; Masculino - 48,1%) e, no que concerne à faixa etária (dos 18 aos 30 anos - 16,7%; dos 31 aos 59 - 51,5%; com 60 anos ou mais - 31,8%). O erro máximo da amostra é de 3,08%, para um grau de probabilidade de 95,0%. Um exemplar deste estudo de opinião está depositado na Entidade Reguladora para a Comunicação Social.


Opinião


Multimédia

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 


Comentários 154 Comentar
ordenar por:
mais votados
Sondagens, interesses?
A quem interessa estas manobras?
Pois o que eu sei é que tanto o PS como o PSD tem sido os coveiros deste país ajudados pelos restantes partidos com assento parlamentar.
Esta democracia em interesses está como o passado e com a agravante de deixar de existir o sentido de estado.
VENDILHÕES.
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
SE fosse só a crista.
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
A treta das sondagens
Re: A treta das sondagens
Re: Sondagens, interesses?
Re: Sondagens, interesses?
Um PS neo liberal nada muda com estas sondagens
Precisa virar à esquerda. A catastrofe que alastra pela Europa com o aumento da pobreza e miséria, comentamos noticias previamente orientadas que só mantêm esta situação preversa e a nada conduzem. Seria importante o debate de alternativas a este estado de coisas e não insistirmos no ridículo de manter o sistema de ditadura dos mercados defendida por politicos ao serviço de interessesque nada têm a ver com os cidadãos, mas sim com interesses transnacionais, para além dos deles próprios,que dominam a actividade economica e os meios de comunicação social. São predadores implacáveis e as presas são os cidadãos incautos. Subtraiem às populções para adicionar à Banca, perante a passividade dos inocentes. E o mais preocupante não é a acção dos maus, mas o silêncio dos bons. Assiste-se ao desmantelamento, dissolução, desintegração, e destruição das identidades nacionais e da própia civilização, únicamente por razões ideológicas ultra liberais. Assiste-se por outro lado ao definhamento da Cultura com o advento deste sistema. Está a ser corroida de forma larvar os fundamentos da Democracia, transformada em inimiga do povo e não como um poder dele emanado. Portanto é urgente resistir a este pensamento únicoque nosquerem impôr. Mas a primeira condição para modificar a realidade consiste em conhecê-la, bem como às possiveis alternativas. Mas é dificil, dado o assalto feito à comunicação social. Instalou-se em Portugal uma estranha Democracia e a aternativa é o Socialismo Democrático..
Re: Um PS neo liberal nada muda com estas sondagen
Re: Um PS neo liberal nada muda com estas sondagen
A treta das sondagens
Re: Um PS neo liberal nada muda com estas sondagen
Re: Um PS neo liberal nada muda com estas sondagen
Re: Um PS neo liberal nada muda com estas sondagen
Re: Um PS neo liberal nada muda com estas sondagen
Re: Um PS neo liberal nada muda com estas sondagen
Re: Um PS neo liberal nada muda com estas sondagen
Re: Um PS neo liberal nada muda com estas sondagen
Re: Um PS neo liberal nada muda com estas sondagen
Re: Um PS neo liberal nada muda com estas sondagen
Espectáculo
Ora era mesmo desta informação que a gente estava à precisar.
Já nem vamos por os nossos esforços em comentar mais nada hoje.
ps-a-um-ponto-do-psd
Se assim fico muito admirado e lá diz o povo que quanto mais me bates mais gosto de ti, pois com a má governação que tem sido feita o PSD devia estar pelas ruas da amargura. É claro que ainda há muita gente que pensa que é esta politica que nos vai salvar e que vamos conseguir pagar a dívida. Não sou eu que digo mas prémios Nobel da Economia que esta politica de austeridade está errada e só conduz a recessão. Medina Carreira opinou recentemente que sem crescimento de 3% nada feito, mas outros têm dito o mesmo. No entanto estou convicto que se as eleições fossem hoje contra todas as sondagens o PSD seria amplamente derrotado. No entanto se forem daqui a um ano será humilhado.

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/03/boaventura-sousa-santos-na-sic.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/argentina-memorias-do-saque.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/08/qual-o-melhor-primeiro-ministro-de.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/08/austeridade-nobel-da-economia-joseph.html
tony 2 todo contente já sonha em ir ao pote
Estes canalhas vão deixar o pote vazio...
Re:E fugirem para as origens ,Africa
A treta das sondagens
Re: ps-a-um-ponto-do-psd
Re: ps-a-um-ponto-do-psd
Re: ps-a-um-ponto-do-psd
Chamem o Sampaio!
Ehehehehh!
Bem queriam eles um Sampaio!
Não tardava nada dissolvia o Parlamento e iamos para eleições!!!
O PS teria oportunidade de mostrar que afinal faz diferente. Caso não o fizesse, ao fim de um ano voltariamos a eleições até que alguém fizesse o que promete e o que diz no dia a dia.
Talvez assim os Portugueses percebessem de uma vez por todas, que vender ilusões só mesmo no Circo.
Cá fora, elas acabam por se virar sempre contra nós...
Re: Chamem o Sampaio!
Re: Chamem o Sampaio!
Re: Chamem o Sampaio!
Re: Chamem o Sampaio!
Re: Chamem o Sampaio!
Re: Chamem o Sampaio!
Re: Chamem o Sampaio!
Re: Chamem o Sampaio!
Re: Chamem o Sampaio!
Re: Chamem o Sampaio!
Re: Chamem o Sampaio!
EM SÍNTESE ...
O panorama é deprimente ...
Sondagens
São boas para quem as faz, desde que lhes paguem o serviço. Já fiz parte das pessoas a quem eram perguntadas coisas, e as perguntas eram uma idiotice pegada. Gosta de A, muito, pouco, assim-assim-muito pouco, nada, repetidas até *a exaustão de 1 a 10 que nota dá (tipo Esteves), uma seca. Risquei-me de sócio.

Se algo se pode extrair disto, é que tudo na mesma, sin novidad, tudo normal, nada a assinalar, e outras frases de semelhante sentido.

Um título para dar coragem ao PS (subiu 0,5) e alertar o PSD (desceu 0,5) mas isso não tem significado.

O que quer dizer, em linguagem clara e simples, que o povo pensa: pra pior, já basta assim..............
O universo...
"O universo é a população com 18 anos ou mais, residente em Portugal Continental e habitando em lares com telefone da rede fixa. A amostra foi estratificada por Região (Norte - 20,8%; A.M. do Porto - 13,5%; Centro - 29,7%; A.M. de Lisboa - 26,6%; Sul - 9,4%), num total de 1011 entrevistas validadas."

A) NEM EU NEM NEHUM DOS MEUS AMIGOS TEM JÁ TELEFONE DA REDE FIXA;

B) NÃO SEI A QUE HORA FORAM FEITAS AS CHAMADAS, MAS SE NÃO FOI À NOITE, A MAIOR PARTE DAS PESSOAS TRABALHA.
Re: O universo...
o universo que se lixe.. NAO RESPONDAM
!
Mais uma sondagem da Eurosondagens, que é como quem diz, do PS, que eu tenho aqui comentado vezes sem conta. Fica a saber-se que o PS subiu uma cagagésima e o PSD desceu a mesma cagagésima. Quando à abstenção, da qual eu faço parte, não se fala. Esses, que são já quase metade dos eleitores, não contam. Se essa cambada quisesse melhorar a democracia podia começar por proibir agências de partidos que só existem para enganar o ZÉ POVO. Quando é que a metade que ainda vota nessa corja se convence disso???
Felicidade
Fico feliz quando o PSD estiver igual ao CDS.
A perceção do bom povo
Já tivemos em afamada competição, Salazar. Depois, em outra – que desconheço como aconteceu – saiu o Sócrates da cartola. No caso, o facto do Santana ter ficado em 2º lugar, descredibiliza o concurso, mas o que se há de fazer…

Por acaso também prefiro o PS. Sempre desejei que a perceção da realidade, fosse melhor do que a dita. O PS, pelo menos enquanto oposição, garante-me isso. E não é só o Seguro, pois outras eminentes personagens não se cansam de garantir que, viver com o que se tem, é aberração sem nome. Concordo com eles. Quem não concordaria? Razão sem razão de o PS ainda não estar à frente. Não 1 ponto, nem 2, nem 3, mas mais, muito mais. Só não a totalidade, porque outros partidos também garantem a garantida felicidade.

Para os chineses, a palavra crise tem também o significado de oportunidade. Pois é a sino-influência esperada: oportunidade do PS. Claro que os cínicos lembram que a palavra oportunidade, também significa crise.

Mas o bom e sábio povo, prefere ir a caminho da crise… sem nunca haver a perceção de lá chegar. Porque pior que ser pobre, é sentirmo-nos pobres.

E se um “espelho mágico” na sua loucura demagógica, me reflete com a imagem do Brad Pitt, trepa-me o ego até à grandessíssima porra de me chocar com o trauma da realidade. Mas o povo anseia pela perceção de ser bonito, limpo e bom… e rico

E depois… bem, estamo-nos bem lixando para o depois

Sugestão que irá cair possivelmente em "saco roto"
As circuntancias contextuais nacionais e internacionais já no tempo dos últimos dias dos Governo do Eng.José Sócates exigia um governo de salvação nacional ou muito abrangente dado que a situação degradante atige e atingia a todos os quadrantes da vida portuguesa.

O PR optou erradamente por convocar eleições antecipadas("lavando as suas mãos")cujo resultado é aquele que se vê:um governo infantil em desnorte e parcial e as condições de vida em Portugal agravam-se continuamente com um governo que não sabe o que anda a fazer e para onde leva o país(diz-se muito realista, verdadeiro e competente com a preparação do Dr. Miguel Relvas,mentindo continuamente e está à espera que"o sentido dos ventos"resolva os problemas"sibilinamente.

Logo,sem margem para quaisquer dúvidas ou quaisquer desculpas agora mais do que anteriormente exige-se um governo credível à altura das necessidades cada vez mais degradantes nacionais,pelo que se justificaria um governo do tipo actual italiano à maneira de Mário Monti que pôs fim ao descalabro e regabofe do de Berlusconi.Novas eleições só pioram a situação tal como aconteceu quando o Eng.josé Sócrates pôs o lugar à disposição da Presidência da República.

Portugal ainda tem,apesar de tudo,pessoas idóneas,competentes e experientes para formar um governo abrangente e respeitável.
...
Re: Sugestão que irá cair possivelmente em
E em boa governança, quem vai à frente????
« PS a um ponto do PSD »

E a quantos pontos de governar melhor?????

É que dentro de três anos vamos a eleições, e gostava de saber quem é que cumpre as promessas e quem governa bem!!!

Só me interessava isso.

O resto é folclore...
Re: E em boa governança, quem vai à frente????
Re: E em boa governança, quem vai à frente????
Re: E em boa governança, quem vai à frente????
Re: E em boa governança, quem vai à frente????
Re: E em boa governança, quem vai à frente????
Re: E em boa governança, quem vai à frente????
Re: E em boa governança, quem vai à frente????
Re: E em boa governança, quem vai à frente????
Re: E em boa governança, quem vai à frente????
Estas sondagens são uma fraude!

Servem para dar de comer sempre aos mesmos e empresas de sondagens...

O que é preciso perguntar aos portugueses é se querem ou não quebrar com esta farsa eleitoral....

e quem é que quer correr com esta corja de bandidos!
PS a um ponto do PSD
Mais um ciclo!
Só que o povo português não ganha nada com estas mudanças! Já tivemos uma experiencia de 37 anos e estamos no pau da roupa! Querem mais do mesmo? Insistam no PS ou no PSD!
Re: PS a um ponto do PSD
Re: PS a um ponto do PSD
Re: PS a um ponto do PSD
Re: PS a um ponto do PSD
Comentários 154 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador

PUBLICIDADE

Pub