Anterior
PGR de Angola confirma morte de Camulinde e Cassume
Seguinte
Desaparecido avião das linhas aéreas de Moçambique
Página Inicial   >  Internacional  >   Presos do Mensalão deixam de ter regalias na cadeia

Presos do Mensalão deixam de ter regalias na cadeia

Juízes decretaram o "tratamento igualitário" no estabelecimento prisional de Papuda, em Brasília. Regalias a condenados do Mensalão agitaram a prisão.

|
Dirceu cumpre pena de prisão em regime semiaberto
Dirceu cumpre pena de prisão em regime semiaberto / Reuters/Nacho Doce

O Tribunal Federal de Brasília decidiu pôr fim aos privilégios dos presos do Mensalão, no estabelecimento prisional da Papuda, na capital brasileira, após queixas de outros presidiários e familiares.

A decisão dos juízes da Vara de Execuções Penais surge depois de uma inspeção do Ministério Público, entre 25 e 26 de novembro, tendo verificado um clima de "insatisfação e instabilidade" na prisão, devido à desigualdade no tratamento entre os presos.

"Não há qualquer justificação para que seja dado a um interno ou grupo específico tratamento distinto daquele dispensado a todos os demais reclusos, valendo consignar que é justamente a crença dos presos nesta postura por parte da Justiça do Distrito Federal que mantém a estabilidade do precário sistema carcerário local", pode ler-se no documento da Vara.

Condenados encomendavam pizzas


Os condenados no Mensalão chegaram a receber visitas fora do horário estipulado e a encomendar pizzas à noite, que agentes da Polícia Federal iam buscar a restaurantes, entre outras regalias, refere o "Estado de São Paulo."

Além da insatisfação na prisão, também os familiares começaram a apresentar queixas, invocando que tinham que esperar horas nas filas para as visitas, enquanto os familiares dos condenados do Mensalão podiam visitar os presos noutros horários. 

Na semana passada, a Vara de Execuções Penais tinha decidido que os condenados do Mensalão podiam receber visitas às sextas-feiras, enquanto os outros presos às quartas ou quintas-feiras, com vista a garantir a segurança na prisão. 

Hotel que contrata Dirceu é alvo de piadas e críticas 


O hotel St. Peter, em Brasília, que contratou José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil brasileira  - condenado a sete anos e 11 meses de prisão em regime semiaberto - tem recebido uma chuva de e-mails com críticas e piadas sobre o novo gerente, que receberá um salário de 20 mil reais (6422 euros).

Na quinta-feira, cerca de 90% do correio eletrónico do hotel era sobre José Dirceu, revelou um funcionário à "Folha de São Paulo", garantindo, contudo, que não vão bloquear a entrada de e-mails sobre esse assunto, apenas irão ignorá-los e deixá-los sem resposta.

O dono do hotel St. Peter, Paulo Masci Abreu, detém também um grupo de media - Rede Mundial de Comunicações - com 10 rádios e uma estação de televisão, a Top TV, aguardando ainda pela concessão de outro canal.

De acordo com a mesma fonte, o empresário é acusado de ter sido beneficiado pelo governo brasileiro, ao permitir a transferência da antena de uma das suas emissoras para a Avenida Paulista, no centro de São Paulo.


Opinião


Multimédia

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 3 Comentar
ordenar por:
mais votados
Assim vai Brasil.
O Brasil virou horta do PT (partido dos trabalhadores) e seus parceiros. Esse pessoal divide entre si as riquezas e as oportunidades de negócio.
Somente o desgoverno, já controla mais de 40% da economia e tem todos os órgãos públicos aparelhados.
Dirceu, Genoino e Delúbio, são uma espécie de vacas sagradas do PT, por isso merecedores de todas as mordomias. Os restantes mensaleiros são indivíduos de estrebaria.
Os brasileiros não sabem, por somente se importarem por: futebol, carnaval e putaria, mas já vivem numa ditadura.
È isso mesmo, eu também acho que não é
a tal de "ORDEM" e "PROGRESSO"!
Comentários 3 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub