Anterior
Paulo Portas chegou à China para oito dias de diplomacia económica
Seguinte
EDP entra na 'guerra' dos descontos de gás e luz
Página Inicial   >  Economia  >   Escândalo com juros obriga presidente do Barclays a abandonar cargo

Escândalo com juros obriga presidente do Barclays a abandonar cargo

Barclays foi multado por manipulação da taxa de empréstimo interbancário, provocando a saída do chairman.
Lusa |
Marcus Agius envolvido em polémica
Marcus Agius envolvido em polémica / Reuters

O presidente do Barclays Bank, Marcus Agius, vai abandonar o cargo, depois de a instituição bancária ter sido multada por manipulação da taxa de empréstimo interbancário, noticiou hoje a BBC.

Agius, o presidente (chairman) do banco britânico, vai comunicar na segunda-feira que abandona o cargo, depois das notícias divulgadas desde quarta-feira passada, que envolvem o Barclays num processo de manipulação de taxas de juro Libor e Euribor, de acordo com a estação pública de televisão do Reino Unido e o diário "The Guardian", citados pelas agências AFP e AP.

O Governo britânico, através do secretário das Finanças, Vince Cable, tinha requerido uma investigação criminal aos banqueiros envolvidos no escândalo, que custou ao banco uma multa de 290 milhões de libras (cerca de 362 milhões de euros), entre os quais se destaca o presidente executivo, Bob Diamond.

Os responsáveis do banco são suspeitos de terem manipulado a seu favor as taxas Libor e Euribor - as taxas que indicam os juros aos quais os bancos emprestam dinheiro entre si, servindo também de referência para contratos nos mercados de derivados em todo o mundo, assim como para empréstimos empresariais.

Royal Bank of Scotland despediu quatro funcionários


O escândalo acentuou-se hoje depois de o Royal Bank of Scotland (RBS) ter comunicado o despedimento de quatro funcionários por alegado envolvimento no caso, suspeitando-se que se tratava de uma prática generalizada.

Na quarta-feira, o Barclays comunicou que tinha sido multado em 290 milhões de libras, no termo de um inquérito à suspeita de manipulação de taxas de juro interbancárias Libor e Euribor, por diferentes bancos.

David Cameron preocupado


Na sexta-feira, o primeiro-ministro David Cameron reiterou a intenção de se encontrar com o chefe executivo Bob Diamond e com outros responsáveis do banco, a fim de os ouvir.

"Penso que ele e toda a equipa de gestão têm questões sérias para responder", acrescentou o primeiro-ministro.

"Quantas pessoas estavam envolvidas nesta atividade, quem eram, quem os mandava, perante quem respondiam e até que ponto os responsáveis do banco sabiam o que se estava a passar", acrescentou Cameron.

"O mau comportamento do Barclays foi grave"


O escândalo é um novo golpe para o setor bancário britânico depois dos resgates financeiros pagos pelos contribuintes.

O primeiro-ministro britânico prometeu igualmente não permitir que possíveis multas pagas pelo banco acabem por ser usadas para reduzir a fatura da instituição bancária no imposto anual.

"O mau comportamento do Barclays foi grave, ocorreu de forma repetida e prolongou-se ao longo de vários anos", afirmou, em comunicado, Tracey McDermott, responsável da Autoridade de Serviços Financeiros do Reino Unido (FSA, na sigla inglesa).

"A integridade das taxas de referência Libor e Euribor é de importância fundamental para o Reino Unido e para os mercados financeiros internacionais", acrescentou McDermott.

De acordo com as investigações, o banco terá manipulado as taxas de juro entre 2005 e 2009, reportando valores mais baixos do que aqueles que pagavam.


Opinião


Multimédia

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola, em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Costeletas de borrego com migas de castanhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.


Comentários 18 Comentar
ordenar por:
mais votados
corrupção e impunidade
Multa de 362 milhões. É como cá...
Mas o mais provável é que essa quantia continue a ser peanuts face aos resultados da operação, cujos contornos, diga-se, nem sequer são aflorados no presente artigo.
eheh
Abandona cargo, mas com os bolsos bem atestados.

Enquanto ninguém fizer face aos bancos e banqueiros, isto não vai lá.
LÁ FORA É ASSIM!
O PR da Alemanha também abdicou por causa de juros!
Cá o nosso Silva é que acha que não deve, e o povo permanece impávido e calado! É uma tristeza de gente!
Re: LÁ FORA É ASSIM!
Re: LÁ FORA É ASSIM!
A CULPA É DO SOCRATES.
OS BANCOS FAZEM O QUE QUEREM, MAS NO FUNDO, A CULPA É DO SOCRATES.
Re: A CULPA É DO SOCRATES.
Re: A CULPA É DO SOCRATES.
Re: A CULPA É DO SOCRATES.
Na GB o Banco Central não é o regulador ?
Afinal a gravidade das diversas artimanhas bancárias são autênticos vespeiros de vigarices sem controlo !!!
Quem põe termo a isto ?
LEGALISED AND INSTITUTIONALISED CRIME !!!!!!!!
E do conhecimento geral de que esta CRISE foi causada pelos BANCOS - ou mais precisamente por certos funcionarios bancarios !!!!!!!!!Os BANCOS CONTINUAM ACIMA DA LEI. Os 'IRMAOS' nada fazem, os contribuintes continuam a pagar e a sofrer os EFEITOS DESTA ROUBALHEIRA LEGALISADA, INSTITUCIONALISADA E CERTIFICADA !!!! A UNICA COISA QUE PREOCUPA OS 'IRMAOS' E DEFENDER O SISTEMA COM UNHAS E DENTES - AO FIM E AO CABO FORAM ELES QUE CRIARAM ESTE SISTEMA SATANICO !!!!!!!!
MEU DEUS JUROS A 30% ?
MEU DEUS COMO É POSSIVEL SE PRATICAREM JUROS A 30% CARTÃO DE CRÉDTIO ETC. ETC. ?
ISTO É DESUMANO, IMORAL (USUARA, AGIOTAGEM ETC. ) ...
MESMO JUROS DE 15%,20% SÃO IMORAIS ...
OS JUROS NÃO DEVERIAM DE SER SUPERIORES A 7% ...
TUSO ISTO É A DASGRAÇA DE UMS PAIS E DE UM POVO ... É IMORAL, DESUMANO, INJUSTO E ANTI-CRISTÃO ...
ESTA GENTE É QUE ESCRAVIZA E DESGRAÇA O PAÍS E O POVO ... BANCOS COM PÉSSIMOS GESTORES, DESPESISMOS EM TODOS OS DOMINIOS, BENESSES E MORDOMIAS PARA ELES E FUNCIONÁRIOS ETC. ETC. ETC.
MEU DEUS ...
Bancos Ingleses e Americanos são ...
.. campeões da batota! Isto não quer dizer que os outros sejam uns santos1 Mas estes são campeões. Se houvesse um campeonato ganhavam sempre! Lemon Brothers, Northern Rock, Golden Sachs etc, etc... lembram-se?
Azar do sujeito
Se Marcus Agius fosse banqueiro em Portugal ia para gestor de um Fundo qualquer na órbita do governo, ou era indigitado para uma grande organização internacional do qual seria corrido por incompetência e voltaria como ministro sem pasta mas a receber muita guita. Portugal um país de mer... à beira plantado
E quantos presos?
As multas são sempre irrisórias face ao golpes no baú, a única medida correta será a prisão tipo Madof, caso contrário os gananciosos continuam à solta. Condenações com penas suspensas, não são as adequadas para agiotas, enfim é preciso uma justiça firme que não deixe estes glutões andarem constantemente no gamanço.
"AQUI ESTÁ UMA "
Aqui está uma coisa impossível de acontecer num País tão avançado como Portugal.
Demissões por escândalos ou roubalheiras.
kácus
Aí vem mais um acessor
Será brevemente nomeado pelo ministro Vítor Gaspar para acessorar o mui nobre Dom António Borges..
O BARCLAYS TAMBEM TEM PROTEÇÃO EM PORTUGAL
Numa queixa apresentada ao BP sobre procedimentos do Barclays. tão simples como a apresentação de um extrato de um plano de amortizações "viciado" onde o Barclays usou de todos os expedientes para nunca dar uma resposta curta e clara, tendo o Banco de Portugal acabado por arquivar o processo, sem nunca ter contactado o queixoso, com o argumento de que o Barclays tinha informado que o assunto estava resolvido.
Comentários 18 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub