Siga-nos

Perfil

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Jerónimo retira o que disse da “engraçadinha se alguém se sentiu ofendido ou enfiou a carapuça”

  • 333

Marcos Borga

Confrontado com as críticas às declarações que fez na noite eleitoral, o líder do PCP confessou: “Não estava a pensar em ninguém”. Mas, mesmo assim, retira o que disse. “Se alguém se sentiu ofendido”, acrescenta

Dois dias e várias críticas depois, Jerónimo de Sousa foi confrontado pelos jornalistas sobre a frase que proferiu na noite eleitoral, explicando que o PCP podia “ter apresentado uma candidata mais engraçadinha e com um discurso mais populista” para ter melhor resultado.

Esta terça-feira, no intervalo da reunião do comité central, o líder comunista foi questionado sobre se estava arrependido. Jerónimo garantiu que “não estava a pensar em ninguém” quando proferiu a frase.

“Sinceramente não foi essa a intenção”, disse Jerónimo de Sousa: “Se foi ofensivo para alguém ou se alguém enfiou a carapuça retiro já o que disse”, acrescentou o secretário-geral do PCP.

Para Jerónimo a afirmação não é “sexista” nem se tratou de uma arma de combate político. “Eu nem me importo que me chamem engraçadinho”, concluiu.