Siga-nos

Perfil

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Tino de Rans: “Gosto de ser respeitado”

  • 333

Alberto Frias

As primeiras projeções dão a Vitorino Silva (Tino de Rans) um resultado muito idêntico ao de Edgar Silva (3%-4,8%) e ao de Maria de Belém (3,3%-4,8%)

"Começou a reconquista do povo. Esta é a prova de que o povo está livre e que está farto de quem nos governou e de quem não esteve ao lado do povo". Estas foram as primeiras palavras de Vitorino Silva (Tino de Rans), quando soube que as projeções da Eurosondagem dizem que pode ficar com uma votação (2,6%-3,7%) muito idêntica à de Edgar Silva (3%-4,8) e Maria de Belém (3,3%-4,8%).

Visivelmente emocinado, Tino de Rans assume que "se estes resultados se confirmarem" pessoalmente "é uma grande vitória". "Gosto de ser respeitado. Percebi que as pessoas não me davam o devido valor, principalmente os políticos e as máquinas partidárias. Não foi fácil chegar até aqui, mas não sou homem de desistir. Sou um homem que me apaixono pelas coisas".

O candidato afirma desde já que "o Tino político não morre aqui" e que esta "foi uma semente" que lançou e que quer "ver crescer". "Lancei ideias, fui plagiado, na altura riram-se... esta é uma grande vitória", sublinha, deixando um aviso: "Pensam que só tenho apoio na rusticidade, mas eu sou um urbano". "Esta eleição vai a ser a prova que o Tino movimenta-se muito bem na aldeia, mas também entra na cidade".