Siga-nos

Perfil

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Sócrates e a eleição que trará a “imparcialidade”

  • 333

LUIS FORRA / LUSA

Depois de votar, o antigo primeiro-ministro atacou Cavaco Silva, que acusou de não “ser verdadeiramente o arbitro do sistema”. Esta eleição, defendeu, mais do que escolher o Presidente serve para perceber o “que os portugueses pensam”

“Venho exercer o direito de voto com a legítima expetativa de que esta eleição traga aquela característica que é essencial no Presidente da República: a imparcialidade”, referiu José Sócrates, ao começo da tarde deste domingo, depois de votar. Em declarações aos jornalistas, o antigo primeiro-ministro não se coibiu de fazer criticas a Cavaco Silva.

“Acho que essa é que é a questão decisiva [a imparcialidade]. Acho que é isso que tem faltado nos últimos anos ao nosso país, um Presidente da República que possa ser verdadeiramente o árbitro do sistema. Há quem diga que isso é pouco, mas é essencial”, disse.

José Sócrates sublinhou ainda que o sufrágio que agora decorre além de definir quem será o próximo Presidente - “o que poderá acontecer hoje ou daqui a umas semanas”, serve também para saber o que pensam realmente os portugueses.