Siga-nos

Perfil

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

CNE pede aos media que ignorem parte das declarações de Portas

  • 333

Inacio Rosa/ Lusa

Após ter recebido várias queixas, a Comissão Nacional de Eleições, em reunião plenária, considerou que as declarações do líder centrista “podem ser entendidas como declaração de apoio a um dos candidatos”

A Comissão Nacional de Eleições entende que a comunicação social deve cessar a transmissão da parte final das afirmações de Paulo Portas, feitas esta manhã depois de ter voitado, porque estas podem ser entendidas como "declaração de apoio" a um dos candidatos à Presidência da República.

Após votar em Caxias, Paulo Portas afirmou aos jornalistas que "se houver uma boa participação hoje, o assunto pode ficar resolvido à primeira volta", acrescentando outra frase que motivou as queixas juntos da CNE

Em reunião plenária, o organismo que regula os atos eleitorais considerou que as palavras do líder do CDS "podem ser entendidas como declaração de apoio a um dos candidatos".

"A Comissão Nacional de Eleições, tendo tomado conhecimento das declarações proferidas pelo Senhor Dr. Paulo Portas aquando do exercício do direito de voto, entende que os órgãos de comunicação social devem cessar a transmissão da parte final das respetivas declarações na medida em que as mesmas podem ser entendidas como declaração de apoio a um dos candidatos", refere um comunicado da CNE.

Por esta razão, o Expresso decidiu seguir as indicações e retirou as declarações em causa.