Siga-nos

Perfil

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Marcelo elogia Costa (mais uma vez)

  • 333

Jose Carlos Carvalho

Problemas orçamentais com Bruxelas? Marcelo não acredita. Sarilhos orçamentais com os partidos da esquerda? Marcelo aposta no talento de Antonio Costa. Palavras para quê?

Filipe Santos Costa

Filipe Santos Costa

Jornalista da secção Política

Não há nuvens que António Costa possa ter no horizonte que Marcelo Rebelo de Sousa não faça por afastar. Bruxelas ameaça fazer voz grossa em relação ao esboço de Orçamento que Mário Centeno está a preparar? "Estou esperançado que não haja problemas com o Orçamento em relação a Bruxelas”, desdramatiza o candidato. BE e PCP deixam no ar ameaças de que pode haver crise política se o OE for à medida de Bruxelas e não à semelhança do acordo das esquerdas? O candidato elogia a habilidade negocial de Antonio Costa.

Foi assim, mais uma vez, esta quarta-feira de tarde, numa visita a mais uma instituição de solidariedade social, agora em Sintra. Se há costistas, Marcelo está na linha da frente. "O equilíbrio que o Governo está a tentar fazer é, por um lado, cumprir os compromissos eleitorais e os compromissos dos acordos com os três partidos no Parlamento e, por outro lado, não se afastar da meta inferior a 3% e não se afastar das regras do euro. É esse equilíbrio, talentoso, que eu espero que seja atingido. Era bom para o país”, concatenou Marcelo.

Mais: o analista político que ainda vive dentro do candidato não deixa passar despercebido o facto de que o BE e o PCP também não querem "provocar crises". “Ainda ontem se viu a candidata Marisa Matias com uma preocupação de dizer que em relação aos orçamentos seguintes haverá um esforço para garantir a estabilidade do governo. Não vejo razão para não acreditar nisso”, frisou.