Siga-nos

Perfil

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Nóvoa desvaloriza palavras de Belém sobre apoio dos socialistas

  • 333

Tiago Miranda

Maria de Belém disparou contra o PS - “Era o que faltava que fosse mais importante apoiar independentes do que socialistas” -, Sampaio da Nóvoa reage

O candidato presidencial Sampaio da Nóvoa desvalorizou esta segunda-feira as palavras da também candidata Maria de Belém relativamente aos apoios do PS e reiterou que a sua candidatura reúne vários apoios, nomeadamente da área socialista.

"Eu sou candidato de muitas áreas e também da área socialista", afirmou aos jornalistas, durante uma iniciativa em Sintra, considerando que isso revela "convergência de interesses". O antigo reitor reafirmou que só tem dois adversários: Marcelo Rebelo de Sousa e a abstenção, insistindo em que não se está a enganar no alvo e que apoiará o candidato que passar à segunda volta, seja qual for o candidato que o consiga alcançar.

A candidata Maria de Belém Roseira disse hoje que "o voto útil" contra Marcelo Rebelo de Sousa é o voto na sua candidatura, sublinhando que por ser militante do PS não é menos digna do apoio dos socialistas.

Nóvoa, que falava aos jornalistas após uma visita ao quartel dos Bombeiros de S. Pedro de Sintra, não quis comentar as "opiniões ou estratégias" de Maria de Belém e recusou estar a digladiar-se com aquela candidata.

O candidato a Belém frisou ainda que, numa segunda volta, "o candidato da direita" vai ter que "expor as suas opiniões" e sair "desta campanha ligeira ou leve que está a fazer".

Mostrando-se convicto de que é ele o candidato que vai conseguir passar à segunda volta, insistiu que, caso isso não aconteça, apoiará qualquer outro dos candidatos de esquerda.

"Seja qual for o candidato que passar à segunda volta, seja Edgar Silva, seja Marisa Matias, seja Maria de Belém, contarão sempre com o meu apoio", concluiu.

Na visita aos Bombeiros de S. Pedro de Sintra, na qual participou a ex-presidente da autarquia Edite Estrela, Nóvoa entrou num simulador de voo, usado para o treino de futuros pilotos e tripulantes de cabine.

O equipamento ainda está em fase de acabamentos e resulta de uma parceria entre aquela corporação e várias empresas de aviação comercial, constituindo uma fonte de financiamento para a associação dos bombeiros.