Siga-nos

Perfil

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Henrique Neto com sucesso entre as mulheres

  • 333

José Caria

Se as ideias políticas sortirão efeito nas urnas, isso não se sabe. Mas este domingo, a julgar pelos elogios, a presença e aparência do candidato teve sucesso entre as mulheres

José Caria

José Caria

Fotojornalista

Se de manhã Henrique Neto acusou o Governo de governar mal, à tarde, na Nazaré, acabou por afirmar que concorda com “todas as medidas de reversão que está a fazer”, nomeadamente a reposição dos salários e pensões e das 35 horas de trabalho. Mas afinal é mais o que o separa ou o que o une a este Governo? “Digamos que é 50/50”, responde o candidato, vincando que não concorda, por exemplo, com as mudanças recentes ao nível da Educação, porque é “contra o clima de facilitismo que se introduz na sociedade”.

Mas, claro, há mais. Henrique Neto voltou a falar no caso Banif, para reforçar que não concorda que se tenha “enveredado por fazer aquilo que durante anos se criticou o PSD de fazer, ceder a todas as exigências da União Europeia”.

Preocupado com a questão da dívida, lembra que “os cálculos” que estão a ser feitos apontam para um crescimento da dívida, “com todas estas medidas”, na ordem dos “nove mil milhões de euros até 2019”.

Sobre o que é que o Presidente da República pode fazer perante a situação, o empresário diz que “deve fazer um aviso sério ao Governo” e afirmar que “já passámos excesso de responsabilidades para as futuras gerações”. Se for eleito, garante que vai dizer a António Costa que “não aceita a continuação dessas políticas de adicionar dívida à dívida”.

“Como veio cá acima, vou votar nele”

Como nem tudo é política numa campanha eleitoral e nem todos têm curiosidade para saber o que os candidatos pensam do país, há sempre momentos caricatos que não passam despercebidos aos jornalistas e às câmaras de televisão.

Foi o que aconteceu este domingo de manhã no mercado de Pataias, quando uma senhora o encarou para lhe dizer que “é muito jeitoso”. Pelo vistos, aos 79 anos, Henrique Neto ainda é capaz de garantir votos só pela presença e aparência.

À tarde, uma das vendedoras ambulantes de tremoços, instaladas junto ao famoso Sítio, no Largo Nossa Senhora da Nazaré, prometeu que ia “votar nele porque foi o único que veio cá acima ao Sítio”, enquanto outra lembrou que “a velha já cá passou, foi ao farol, mas nem parou aqui”, referindo-se a Maria de Belém.

Quando se preparava para “fugir” destas fãs, Henrique Neto, fazendo ouvidos mocos, não escapou à lisonja: “Se tivesse um homem destes ficava o dia todo em casa a olhar para ele sentada no sofá. Tivesse ele menos 20 anos e ainda dava uma voltinha. Ai dava, dava”. O frio e a chuva miudinha deram por terminada esta jornada de campanha. Amanhã haverá mais, no caso deste candidato, no Barreiro e em Setúbal.