Siga-nos

Perfil

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Henrique Neto: “Este governo, governa mal”

  • 333

O empresário passou a manhã na zona da Marinha Grande, teve o reconhecimento do povo que até o apelidou de “dono disto tudo” e “rei dos moldes”

Henrique Neto começou o domingo a “jogar” em casa e fez questão de levar os jornalistas numa visita à zona industrial da Marinha Grande, para fazer uma declaração política. “Não é verdade que em Portugal não se investe, ou que não há coragem de desenvolver novas empresas e novos produtos”, disse. A declaração é uma resposta à afirmação de Edgar Silva ao jornal “Região de Leiria”, já que o candidato comunista considerou que “Leiria ocupa um lugar subalterno no conjunto do investimento nacional”.

O candidato-empresário Henrique Neto deu depois como exemplo precisamente o distrito de Leiria, “onde as exportações têm crescido ao longo dos anos”.

Frente ao centro de investigação do Instituto Politécnico de Leiria, sublinhou: “Esta região é o país com o qual sempre sonhei e pelo qual lutei, antes e depois do 25 de abril”.

Antes de partir para o mercado semanal de Pataias, Henrique Neto ainda afirmou que o país tem a crise que tem “e vai continuar a ter porque este governo, tal como os anteriores, governa mal e a favor dos interesses de uma classe política que já mostrou à sociedade que não sabe governar”.

No mercado o candidato foi bem recebido pela população local, que o conhece como o “rei dos Moldes”, graças à sua carreira empresarial na região. Elogiado por uma senhora que não se cansou de apregoar que “ao vivo, ainda é mais jeitoso”, também foi agarrado por um jovem que quis tirar uma selfie com o candidato. De forma espontânea que arrancou gargalhadas na pequena comitiva, um vendedor de atoalhados e roupa interior começou a gritar para o seu pequeno megafone: “Vote Henrique Neto, o homem da Marinha Grande”. Já o colega de bancada do lado, não quis ficar atrás fez questão de oferecer ao candidato “um par de meias para calçar no dia em que for leito”.

Depois da feira, Henrique Neto foi almoçar ao Sport Operário Marinhense, obra do seu mentor José Vareda e o local onde aprendeu “inglês e francês”. O resto da tarde será passada em S. Pedro de Moel e na Nazaré.