Siga-nos

Perfil

Prémio Pessoa

Prémio Pessoa

Laureado Prémio Pessoa 2014 - Henrique Leitão

Luís Barra

O físico de 50 anos é especialista em História das Ciências. Investigador da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, é responsável pela publicação das obras completas de Pedro Nunes.

Nascido em Lisboa, Henrique Leitão é, aos 50 anos, o 30º vencedor do Prémio Pessoa, uma iniciativa conjunta do Expresso e da Caixa Geral de Depósitos. Iniciado em 1987, o prémio visa distinguir a personalidade portuguesa cuja obra alcançou destaque particular nos campos das Artes, Ciência ou Cultura. Este ano, o valor do prémio ascende a 60 mil euros.

Doutorado em Física Teórica pela Universidade de Lisboa, Henrique Leitão cedo orientou os seus interesse de investigação para a história e a filosofia da ciência, em particular para a evolução das ciências exactas entre os séculos XV e XVII. Em 2003, foi um dos fundadores do Centro de História da Ciência da Universidade de Lisboa e coordenou a comissão científica encarregada da publicação das obras de Pedro Nunes, pela Academia das Ciências de Lisboa e a Fundação Calouste Gulbenkian. É membro da Academia das Ciências e membro efectivo da Academia Internacional de História das Ciências, uma nomeação internacional que há mais de 50 anos não era atribuída a um português.

A colectânea das obras completas do matemático português do século XVI já tem, neste momento, seis volumes editados, faltando apenas a publicação dos manuscritos e documentos biográficos de Pedro Nunes.O trabalho de Henrique Leitão estendeu-se ainda à coordenação de diversas exposições científicas, destinadas ao grande público. Entre elas, foi curador da exposição 360º, levada a cabo pela fundação Caloustre Gulbenkian com o objetivo de dar a conhecer o contributo português para a formulação do método científico moderno e para o desenvolvimento do estudo da Natureza.

O júri do Prémio Pessoa 2014 reuniu em Seteais. Este ano, como sempre, foi presidido por Francisco Pinto Balsemão e teve como vice-presidente o administrador da Caixa Geral de Depósitos Álvaro Nascimento. O sociólogo António Barreto, a jornalista Clara Ferreira Alves, o académico Diogo Lucena e o neurocirurgião João Lobo Antunes integram o elenco de jurados. O crítico e historiador de Arte José Luis Porfírio, a cientista Maria de Sousa, o musicólogo Rui Vieira Nery e o filósofo Viriato Soromenho Marques são ainda membros do júri, tal como o empresário Rui Baião. Maria Manuel Mota, vencedora do Prémio Pessoa no ano passado, e o CEO da Impresa, Pedro Norton, são duas novas entradas para o júri.