19
Anterior
Ryanair quer oferecer pornografia nos voos
Seguinte
Terra volta a tremer na Turquia
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Portugueses mudam hábitos de vida

Portugueses mudam hábitos de vida

Sondagem da Eurosondagem para o Expresso, SIC e Rádio Renascença na véspera do início do debate do Orçamento do Estado, na Assembleia da República.

A maioria dos portugueses vai mudar de hábitos no próximo ano, e as idas ao restaurante vão ser as primeiras a sofrer, revela um estudo da eurosondagem. 

O Orçamento de Estado começa a ser discutido pelos deputados e governo esta quinta-feira na Assembleia da República.

Neste estudo, os inquiridos dizem acreditar que os trabalhadores do sector privado ainda vão ser penalizados com novas medidas. E dividem-se quando questionados sobre se o Governo fez tudo o que podia fazer para cortar na despesa do estado.

FICHA TÉCNICA

Estudo de opinião efetuado pela Eurosondagem, S.A. para o Expresso, SIC e Rádio Renascença, de 20 a 25 de outubro de 2011. Entrevistas telefónicas realizadas por entrevistadores selecionados e supervisionados. O universo é a população com 18 anos ou mais, residente em Portugal Continental e habitando em lares com telefone da rede fixa. A amostra foi estratificada por região - norte (19,9%), A.M. do Porto (14,3%), centro (29,9%) A.M. de Lisboa (26,1%) e sul (9,8%), num total de 1032 entrevistas validadas. Foram efetuadas 1336 tentativas de entrevistas e destas 304 (22,8%) não aceitaram colaborar no estudo de opinião. Foram validadas 1032 entrevistas, correspondendo a 77,2% das tentativas realizadas. A escolha do lar foi aleatória nas listas telefónicas e entrevistado, em cada agregado familiar, o elemento que fez anos há menos tempo. Desta forma resultou, em termos de sexo, feminino - 51,1%, masculino - 48,9%; e no que concerne à faixa etária dos 18 aos 30 anos - 17,4%, dos 31 aos 59 - 47,4%, com 60 anos ou mais - 35,2%. O erro máximo da amostra é de 3,05%, para um grau de probabilidade de 95%. Um exemplar deste estudo de opinião está depositado na Entidade Reguladora para a Comunicação Social.



Opinião


Multimédia

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Costeletas de borrego com migas de castanhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 


Comentários 19 Comentar
ordenar por:
mais votados
Portugueses mudam hábitos de vida
Alemanha e França discutem zona euro mais pequena.
Esta é uma noticia que a mim particularmente me deixa mesmo muito triste. Eu que sou um europeísta convicto do Atlântico aos Urais. É claro que como já o disse aqui por diversas vezes, também vejo esta União como uma anedota, que é exatamente o que pensam os EUA. Homens como Mitterrand devem estar a dar voltas na campa. Infelizmente não existe nenhum politico hoje à altura para levar esta tarefa em frente e à primeira dificuldade resolvem desistir. Se assim for Portugal que deixou destruir a agricultura, as pescas e a industria, quando Cavaco era Primeiro Ministro, vai passar por dificuldades acrescidas. O Secretário da Juventude e desporto manda emigrar os jovens, mas os velhos é bem capaz de nem terem quem lhe faça ao funeral, porque o coveiro não vai ter tempo, mesmo trabalhando muito mais. Seja qual for o futuro da Europa, o dos portugueses não se augura nada de bom. Quando da entrada na então CEE e sendo Cavaco Primeiro ministro, não restam duvidas que foi um erro ter acabado com a agricultura, as pescas e a industria. É caso para perguntar o que foi feito ao dinheiro que veio a fundo perdido para modernizar o País.

http://www.youtube.com/wa...

http://www.istoe.com.br/r...
Re: Portugueses mudam hábitos de vida
Re: Portugueses mudam hábitos de vida
Os comentários que vejo por aqui retrata o espirito tuga...então a culpa do estado do país é de quem foi de férias para a Republica Dominicana, quem comprou dois carros, plasmas etc...! Cambada de invejosos abram os olhos e deixem de culpar as pessoas que do nada pasaram a ter as sobras do que gamaram da CEE..! Eu mandei construir estádios e futebol? eu tenho culpa de gastarem 200 milhões para uma casa da música? Eu tenho culpa que 75 % das empresas ni minimo não declarem lucros? Prfocuremsaber quem enganou, quem roubou, quem escondeu..etc..e deixem de culpar o cidadão que foi de férias ao Brasil....é como aqueles energúmes que criticam quem recebia o rendimento minimo e ao mesmo tempo temos empresários a meter "projectos" em que o Estado lhes untou as mãos com milhões....e resultados pelo estado a que está a industria... puf.. desapareceram....! Quem ficou com os bilioões da agricultura e produzimos metade de 1990? Onde estão osmilhões da industria e turismo e economia injectados nos nossos empresários e cada vez produzimos menos? PORTUGAS BURROS E INVEJOSOS !
Quem ficou com os milhões da agricultura
Re: Portugueses mudam hábitos de vida
Re: Portugueses mudam hábitos de vida
A próxima geração vai mesmo ficar arrasca...
Claro que Portugal tem, (todos temos), de mudar de hábitos.

Quem produz 10 e gasta 12, mais dia menos dia, bate com a cabeça na parece.

O que me preocupa é a próxima geração, que cresceu sem dificuldades e agora vai saber o que, antigamente, os seus pais e avós passaram...

Devíamos ter tido o discernimento de evitar o presente e futuro colapso.
E não era difícil, bastava dar proveito útil e produtivo, aos fundos recebidos da UE, em vez de os esbanjarmos em jipes, piscinas, projectos inúteis só para receber os subsídios, etc.

Já há 400 anos fizemos o mesmo, com o ouro do Brasil...
Re: A próxima geração vai mesmo ficar arrasca...
Sócrates prometia 150 mil empregos
Re: A próxima geração vai mesmo ficar arrasca...
Re: A próxima geração vai mesmo ficar arrasca...
Re: A próxima geração vai mesmo ficar arrasca...
Re: A próxima geração vai mesmo ficar arrasca...
Meditem na sondagem, Srs. políticos!
NÃO É IMPERIOSO IRMOS PARA A RUA BARAFUSTAR, DE CASA E TAMBÉM ATRAVÉS DA INTERNET LIXAMOS OU F..., COMO QUISEREM ESTE PAÍS, A PONTO DE NEM HAVER DINHEIRO PARA PAGAR AOS GOVERNANTES QUE NOS QUEREM LIXAR COM F ...GRANDE!
- Deixar de comprar jornais, revistas e etc.
- Diminuir ou mesmo anular os contratos de Televisão por cabo, incluindo canais pagos, internet ( se chegar o caso).
- Se necessário terminar com os contratos do serviços de telemóvel.
- Para os que podem: só usar aquecimento a lenha, aqueles que têm aquecimento central a gás nunca o ligar.
- Em vez de jantar fora com os amigos, combinem entre vocês jantar em casa alternadamente ( então sem televisão a conversa floresce).
- Deixe de ir a Ginásios, andar a pé todos os dias e com amigos numa amena cavaqueira é muito mais saudável. Ténis, golfe, andar a cavalo, caça e pesca, nem pensar. Há desportos muito mais saudáveis: jogar à "malha", ao berlinde, ao dominó, às cartas,etc
-Férias nem pensar, mesmo cá dentro, se um dos amigos por acaso tiver uma segunda habitação juntem-se todos lá, mesmo dormindo à "molhada".
- Se um familiar idoso vos adoecer, faltem ao trabalho e peçam baixa para acompanhamento de familiar. No Hospital do SNS não se calem exijam logo uma bateria de exames e no mínimo uma TAC.
Como vêm é muito mais fácil uma classe média, se assim o quisermos, levar um País à Bancarrota, do que ser esse País e o seu Governo a levar-nos a nós à bancarrota. E NÃO É PRECISO MANIFESTAÇÕES !
24/10/2011
O maior problema
É que temos políticos criminosos que põe o país na miséria e dão à sola com os lucros deixando as contas ao povo para as pagar.
Temos culpa! Temos por nos deixarmos enganar por gente tão reles.
Bem vindos
ao fim da linha...
ANTECIPE AS COMPRAS DE NATAL
VISITE;

NYBSTER.PT
Survey´s
Gostava de saber até que idade se pode emigrar dado que a pergunta é ambigua...
È pena é ter que ser....
Portugueses mudam hábitos de vida...
...pois somos todos obrigados a isso. Enquanto tivermos pessoas deste gabarito a governarmos vamos acabar todos por ter que oferecer os canos do C...Ú a etes vampiros carranhosos.
Comentários 19 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub