Anterior
Seguro: "Recuso qualquer diminuição dos salários em Portugal"
Seguinte
Ulrich sugere que troika se dedique à economia e às empresas
Página Inicial   >  Dossiês  >  Dossies Economia  >  O resgate de Portugal  >   Portugal vai pagar €34.400 milhões de juros à troika

Portugal vai pagar €34.400 milhões de juros à troika

Total do crédito oferecido a Portugal no âmbito do resgate financeiro é de €78 mil milhões, mas só em juros vamos pagar quase metade. Clique para visitar o dossiê O resgate de Portugal
Lusa |

Portugal vai pagar um total de €34.400 milhões em juros pelos empréstimos do programa de ajuda da troika (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional), segundo dados do Governo.

Clique para aceder ao índice do dossiê O resgate de Portugal

Este valor foi apresentado pelo Ministério das Finanças em resposta a uma questão de Honório Novo, deputado do PCP.

O total do crédito oferecido a Portugal no âmbito do programa de assistência da "troika" é €78 mil milhões.

Durante o debate parlamentar do Orçamento Retificativo para 2011, no final de outubro, o deputado comunista pelo Porto perguntou: "Quanto é que serão os juros globais desta ajuda? Quanto é que Portugal pagará só em juros para nos levarem pelo mesmo caminho que a Grécia, ao empobrecimento generalizado do país?".

A resposta do Ministério das Finanças, €34.400 milhões, corresponde ao valor total a pagar ao longo do prazo dos empréstimos.

€12 mil milhões são para a recapitalização da banca


Isto presumindo que Portugal recorre integralmente ao crédito disponível. Ou seja, que "é utilizado na totalidade" o montante destinado às empresas do sector financeiro - os €12 mil milhões reservados para a recapitalização da banca.

Na resposta do Ministério das Finanças a Honório Novo nota-se ainda que as condições dos empréstimos concedidos por instituições europeias são bastante mais favoráveis que as dos créditos do FMI.

Os empréstimos do Fundo Europeu de Estabilização Financeira (FEEF) ou do Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE) têm uma maturidade (duração) média de 12 anos, a uma taxa de juro média de 4%.

Já os empréstimos do Fundo têm uma maturidade média de sete anos e três meses, e uma taxa de juro média de 5% - mas neste caso "a taxa de juro é variável, à qual acresce um spread [diferencial] que depende do montante em dívida e pode chegar a perto de 400 [pontos base] depois dos três primeiros anos", lê-se no documento das Finanças.


Opinião


Multimédia

Lombinho de porco com broa e batata a murro

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 


Comentários 224 Comentar
ordenar por:
mais votados
Demagogia
Pagar uma taxa de juro anual de 4% quando a inflação está em 3% é mesmo um bom negócio para Portugal. Dizer o contrário é pura demagogia.
Re: Demagogia
Subs
Re: Demagogia
Re: Demagogia
Sangue
Re: Demagogia
Injustiças sociais
Re: Injustiças sociais
Re: Injustiças sociais
Re: Injustiças sociais
Re: Demagogia
6%
Re: 6%
Crescer
Re: Crescer
Mesmo assim...
Re: Mesmo assim...
Re: Mesmo assim...
Acreditar
Re: Mesmo assim...
Este é do PPD e demagogo! - Re: Demagogia
Re: Este é do PPD
Re: Demagogia
Subsídios
Re: Subsídios
Porquê os FP's?
Re: Demagogia
Re: Demagogia
Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais subirem
os juros mais eles ganham. Portanto, toca a continuarem a "ajuda"...
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
ADENDA
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
Re: Ajuda? mas que grande negócio. Quanto mais sub
'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à troika
O aspeto mais importantes desta noticia, a meu ver, é que se inverteu a escala de apreciações inicial: agora, é o fundo monetário internacional que é o "mau" da fita, e a UE que se tornou o "bom". Não será demais notar que isto ocorre depois de sucessivas correções de rumo que a UE tomou, e que Portugal (com o anterior governo) sempre pugnou em defender (antes de se permitir a pedir ajuda).

Mas a notícia deixa-me algumas dúvidas. A impressão que tinha tido é que os juros do FMI seriam bem mais baixos e nem sequer seriam variáveis (ao contrário dos fundos Europeus que por recorrerem ao mercado, nunca poderiam garantir um juro fixo). Terei interpretado mal tudo do início? Ou antes dar-se-á que os juros do FMI variariam no tempo, e os números que li (aqui, em tempos) seriam apenas o juro inicial?

Qualquer um que peça crédito para comprar uma casa, sabe que se acaba por pagar às vezes até mesmo mais do dobro do que se pediu... 50% pagos em juro sobre tudo emprestado não é necessariamente chocante, dependendo do tempo que se leva a pagar. Triste é que depois de tudo isso, o mais provável é que continuemos a ter que arrendar o mesmo montante de dinheiro no fim, porque coisa inaudita, no fim da intervenção (para resolver a questão da dívida soberana) daqui a dois anos, vamos dever mais do que devíamos. Interessante seria comparar os custos do mesmo empréstimo com as condições que obtínhamos até 2009. É que estes empréstimos são terapia, os outros eram negócio!
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros à tr
Re: Bem escrito
Re: 'Portugal pagará €34.400 milhões de juros
Será que a "ajuda" caíu de vez
Será que depois de lerem e verem o montante de juros que vamos pagar , com este acordo com a troika , ainda haverá alguem que continue a dizer que isto se trata de uma ajuda.
Re: Será que a
Na remotissima hipótese do Euro acabar
Grande ajuda...
Com juros desses não me importo de ajudar. Onde é que me devo dirigir?
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Que tens a ver com isso? Precisas?
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Re: Grande ajuda...
Atrasado mental será, certamente, VExa.
Re: Atrasado mental será, certamente, VExa.
Não tenho por hábito encetar diálogos
Re: Não tenho por hábito encetar diálogos
Re: Não tenho por hábito encetar diálogos
Re: Não tenho por hábito encetar diálogos
leitor(des)Atento10 armado em vítima.
Re: leitor(des)Atento10 armado em vítima.
Re: leitor(des)Atento10 armado em vítima.
Re: leitor(des)Atento10 armado em vítima.
O caro, atento o seu discurso, ...
Re: O caro, atento o seu discurso, ...
Não me diga que tem medo da palavra?
Re: Não me diga que tem medo da palavra?
lol
Re: lol
Re: lol
Nota de agradecimento
A OLIVEIRAS E COSTAS, DIAS LOUREIROS, ISALTINOS, FELGUEIRAS, SÓCRATES, PRETOS, BRANCOS, AMARELOS , E POLÍTICOS EM GERAL E VERMELHOS DE RAIVA COMO EU.
Os nomes é que são outros
E digam lá se os métodos e juros cobrados por estes cavalheiros não são iguais aos da Máfia! Existem duas máfias: uma legal e outra ilegal.
Re: Os nomes é que são outros
Re: Os nomes é que são outros
Re: Os nomes é que são outros
Re: Os nomes é que são outros
Re: Os nomes é que são outros
Re: Os nomes é que são outros
Re: Os nomes é que são outros
Re: Os nomes é que são outros
Re: Os nomes é que são outros
Chama-se sistema financeiro
Amigos
Com amigos destes, quem é que precisa de agiotas ???

Quase 50% em 3 anos, é obra.Gostava eu que o Ministro das Finanças me fizesse semelhante proposta, para as minhas economias. Grande négocio.
Ainda estou para saber porque é o IGCP não emite títulos do tesouro a 10% (saíam mais baratos), que os portugas correriam a comprar. Calculo que será para não prejudicar os bancos, que ficariam sem o dinheiro.
Isto é tudo um jogo de cumplicidades entre os poderosos, o mexilhão paga as favas........
Saber ler
Re: Saber ler
Portugal a pagar 34.400 milhões de juros à Troika
Dava-me um geitão e se fosse para mim abençoaria a crise e mandava-a dar uma curva para procurar mais. Para sair desta só temos três soluções:- 1º. Não pagamos, 2º. paga a União, mas a Merkel não quer, 3º. vendemos as nossas mulheres novas e bonitas aos árabes. Para consolo ainda ficamos com as velhas e feias. Sempre podemos começar de novo.
Re: Portugal a pagar 34.400 milhões de juros à Tro
Re: Portugal a pagar 34.400 milhões de juros à Tro
A ajuda...
... para o naufrágio do país.

Aqui, em http://goo.gl/kqV1d está tudo explicado. Deve ter-se o cuidado de "ouvir" ao contrário: onde diz "não", quer dizer sim e vice-versa.

A maior fraude eleitoral de que há memória!
Re: A ajuda...
Portugal a pagar 34.400 milhões de juros à Troika
Senhor todo poderoso: há 2 anos o Senhor levou meu cantor favorito Michael Jackson! O meu locutor favorito Lombard! O meu ator preferido Patrick Swayze! Minha dançarina preferida Lacraia! Esse ano levou a minha cantora favorita Amy Winehouse! Quero lembrar ao senhor que os meus políticos preferidos são: ANGELA MERKEL, NICOLAS SARKOZY, SÍLVIO BERLUSCONI, CAVACO SILVA, PEDRO PASSOS COELHO, PAULO PORTAS, ALBERTO JOÃO JARDIM, VICTOR GASPAR E A TROIKA. SE DER MAIS JEITO PODES COMEÇAR PELO FIM.
Mágicos precisma-se...

A vista desses números publicados, eu acho muito estranho que alguém ainda pregue o desenvolvimento, como forma de pagar as nossas dívidas. A esses juros não há negócio ou atividade, em Portugal, que tenha uma rentabilidade acima disso, e por consequência sobre algum para pagar o nosso passivo.

Com esses juros não há cu que aguente qualquer desenvolvimento em Portugal... Um exemplo recente foi o Sócrates que nos seus últimos três anos, aumentou a dívida de forma exponencial, enquanto o PIB caia.. Foi mais um mágico que passou por Portugal !!!
Irra!
Que é pior do que pedir empréstimos à Cofidis/ Cetelem e quejandos!...
Re: Irra!
Re: Irra!
Portugal arruinado...
Portugal foi arruinado por políticos corruptos que continuam a viver impunemente à custa das geraçoes futuras e têm a lata de apoiar greves e incitar à rua árabe: Quando é que algum juiz tem a coragem de os meter colocar no único lugar que merecem: a prisao, por terem endividado a naçao para alimentar clientelas depravadas.
Re: Portugal arruinado...
Re: Portugal arruinado...
Re: Portugal vai pagar €34.400 milhões de ju
Nao percebi...
Re: Portugal vai pagar €34.400 milhões de ju
Re: Portugal vai pagar €34.400 milhões de ju
Comentários 224 Comentar

Últimas


Pub