Anterior
João Jardim não foi à 'manif' por "decoro institucional"
Seguinte
PS diz que Portas "desautorizou" Passos
Página Inicial   >  Dossiês  >  Dossies Atualidade  >  Mais austeridade  >   Portugal na boca do mundo na luta contra a austeridade

Portugal na boca do mundo na luta contra a austeridade

Imprensa internacional acompanhou a dimensão dos protestos em várias cidades do país. Os portugueses saíram à rua para demonstrar a sua indignação. Perderam a paciência mas continuam pacíficos.
|
O momento em que uma jovem abraça um polícia na manifestação e que pode ver de outro ângulo na fotogaleria dos repórteres do Expresso
O momento em que uma jovem abraça um polícia na manifestação e que pode ver de outro ângulo na fotogaleria dos repórteres do Expresso / José Manuel Ribeiro/Reuters
Clique para aceder ao índice do dossiê Mais austeridade




Gritos contra Executivo conservador


No Brasil, o portal de notícias G1 da "TV Globo" descreve "gritos e cartazes contra o Executivo conservador de Pedro Passos Coelho e as duras medidas de ajuste aplicadas nos seus 15 meses no poder para cumprir as exigências do resgate financeiro luso".

O protesto, um dos de "maior contestação popular" em Portugal nos últimos anos", "sem orientação política", foi convocado através das redes sociais na Internet por "movimentos cívicos e grupos de 'indignados' lusos", que receberam o apoio de partidos de esquerda e de grandes sindicatos.

O objetivo: "expressar o descontentamento dos portugueses com uma política económica que disparou o desemprego (até 15%) e a recessão (3,2%)".

Manifs pacíficas


Já o "Folha de São Paulo" destaca a forma "pacífica" de como se desenvolveram as manifestações em Lisboa e noutras cidades portuguesas.

Os manifestantes pediram para Passos Coelho "não aplicar as novas medidas de ajuste anunciadas na última semana, as quais supõem uma nova redução de salários superior aos 7%, e também criticaram os empresários e as figuras da coligação conservadora do Governo".

Paciência explodiu


"Protesto cresce em Portugal", titula o "El Pais", dando conta de "dezenas de milhar de pessoas que sairam às ruas de Lisboa", convocadas pela sociedade civil. A faixa que abriu o caminho era "eloquente e simples": "Que se lixe a troika. Queremos as nossas vidas". 

O jornal espanhol diz que os portugueses estão "fartos", a julgar pelos cartazes e frases entoadas. A "paciência explodiu". "Está a começar a tocar em coisas muito sensíveis: comida, roupa, escola. Nós não podemos mais. Por isso, eu estou aqui ", afirmou Jorge Garcia, um dos manifestantes.

O "El País" fala dos incidentes na Avenida da República, no número 57 onde está a sede do FMI em Portugal, com "vaias, tomates e ovos arremessados". "Um batalhão de polícia anti-distúrbios com cães guardavam a entrada. Houve um detido", relata.

Manifestações a abarrotar e solidariedade com Espanha


O "El Mundo" descreve um "protesto massivo" em mais de 30 cidades portuguesas, organizado nas redes sociais, "pacífico e não partidário", com as principais avenidas "abarrotadas".

Esta foi uma das manifestações com mais participação desde a "Revolução dos Cravos, em abril de 1974, que trouxe a democracia ao país".

"Em Aveiro, um jovem de 21 anos está hospitalizado depois de imolar-se como forma de protesto", destaca o diário espanhol que salienta ainda o facto de na capital lusa o protesto ter terminado na Praça de Espanha, numa "demonstração de solidariedade com a situação similar do país vizinho". 

Os incidentes frente ao FMI e à Assembleia da República, local por onde não estava previsto que a manifestação passasse, também são relatados: "a Polícia impediu os manifestantes mais efusivos de poderem aceder pela escadaria. Além dos insultos e cânticos contra a austeridade, a troika e o governo do conservador Pedro Passos Coelho, algumas pessoas lançaram pedras contra os agentes de segurança, que resultou num repórter ferido e três detidos".

Grandes protestos em Espanha e Portugal


O "The New York Times" e o "Washington Post" destacam  os "grandes protestos em Espanha e em Portugal" contra a austeridade de Mariano Rajoy e Passos Coelho.

O jornais norte-americanos falam dos "tomates" e "petardos" em frente à sede do FMI, em Lisboa, mas separa o incidente da forma "pacífica" como decorreu a manifestação, já que o pacote de austeridade poderia transformar a "aceitação sombria do apertar do cinto numa explosão de raiva semelhante ao que aconteceu na Grécia nos últimos dois anos".

O "Chicago Tribune" também noticia a revolta popular dos espanhóis e portugueses. Em Portugal foram na "maioria sem incidentes", à excepção do que se passou em Aveiro.

No económico "The Wall Street Journal", Espanha e Portugal exibiram "a mais recente resistência a medidas de crise que os líderes europeus estão a exigir dos países endividados da zona euro para reforçar a moeda comum". Mas ao contrário da Espanha, que procede internamente aos seus cortes, tentando escapar a um resgate financeiro internacional, Portugal aceitou a supervisão internacional da sua economia, no âmbito de uma pacote de auxílio europeu anunciado no ano passado.

'Enxurrada' de críticas


A adesão em larga escala dos protestos contra a austeridade também têm uma nota no "Le Monde". "Parem o terrorismo social", "Aqueles que roubam Portugal devem ser julgados ou "Eu luto para manter o meu trabalho" são alguns dos slogans dos cartazes que o jornal francês elegeu da manifestação onde "a Polícia se manteve discreta na capital".

A agência "AFP" refere que, desde as últimos cortes do Governo, Passos Coelho enfrenta uma "enxurrada" de críticas da oposição.

Eurosondagem SIC/Expresso na "Reuters"


A "Reuters" salienta a dimensão dos protestos em resultado da "raiva" dos portugueses. A agência de notícias britânica destaca os resultados da Eurosondagem SIC/Expresso publicada na sexta-feira, sobre as intenções de voto em que o PS (33,7%) ultrapassou o PSD (33%), para denotar a perda de popularidade do Governo com o anúncio de novas medidas.

O descontentamento de milhares nas ruas de Madrid e Lisboa recebeu espaço na "Al Jazeera", televisão do Catar. "Queremos a nossa vida de volta", é um dos desabafos das frustrações dos manifestantes. A emissora explica que a "aplicação dos cortes e as reformas" está a ser avaliada pela troika, como parte de um pacote de resgate recebido em 2011 e que, na semana passada, o primeiro-ministro, Passos Coelho, anunciou um aumento das contribuições para a segurança social de 11% para 18% do seu salário mensal, com descidas nas contribuições patronais, numa tentativa de fomentar o emprego.



Opinião


Multimédia

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola, em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Costeletas de borrego com migas de castanhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.


Comentários 253 Comentar
ordenar por:
mais votados
O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO TEMPO
Enquanto ouvia as medidas preparadas pelo Sr.Ministro das Finanças, imaginava-o um assaltante atirando ao seu próprio pé. A cada nova medida transmitida com ar solene e frio, a arma ia subindo e cheguei a recear que atingisse a própria cabeça.
Senti uma tremura inaudita, não por mim, velho cidadão a caminho dos oitenta anos e por isso já vivido, mas por ele e pelo mandante que temo não consigam aguentar tamanho risco.
Não me alegro com os insucessos de quem quer que seja, mormente quando eles acabam por atingir-nos com maior ou menor impacto, como onda de choque císmica.
Governar é bem mais exigente do que alguma vez imaginamos. O povo, e é dele que deriva, em teoria, o poder, não pode ser ofendido na sua materialidade e na sua inteligência sob o risco de os diques da animalidade latente, embora controlada, rebentarem e não ser mais possível dominar a corrente destruidora que então poderá desencadear.
A Troika representa os credores e cometerá erro de palmatória quando, por incompetência, excesso de zelo ou de uzura, retira ao devedor condiçõs mínimas para que ele possa pagar.
Um dia eu dizia ao meu administrador que iria sufocar com exigências um fornecedor importante que atravessava dificuldades e necessitava de apoio: "não mate a galinha dos ovos de oiro. Se ele deixar de produzir os bens que distribuímos em exclusivo, a nossa perda será enorme. Mantenha as condições e apoie de forma controlada." Acedeu e ganhou.Ambos ganharam. Não matem o doente se querem receber.
Governo está bem e recomenda-se!
Re: Governo está bem e recomenda-se!
Re: Governo está bem e recomenda-se!
Re: Governo está bem e recomenda-se!
Re: Governo está bem e recomenda-se!
Re: Governo está bem e recomenda-se!
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Só os cobardes fogem: Sócrates fugiu!
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: O GOVERNO TERÁ DE REFLETIR OU CAIRÁ ANTES DO T
Re: Este COMENTÁARIO não é meu!!!!
Re: AVISO AO EDITOR
A GRANDE diferença.
Todos nós já sabíamos que iríamos ter austeridade. Todos nós já compreendemos que depois dos esbanjamentos dos últimos 10 ou 15 anos um dia viria a factura e que esta seria pesada. Mas a questão dos grandes protestos e revolta dos dias de hoje não é contra a austeridade que nos é imposta para podermos levantar cabeça.
A GRANDE DIFERENÇA é a forma injusta, escandalosamente parcial e desequilibrada como é que essa austeridade está a ser levada a cabo. E o cúmulo é a lata destes senhores (des)governantes virem agora com este "CASTIGO" DA TSU. ESTE É QUE É O BUSÍLIS DA QUESTÃO.

Eta foto estava programada!
Re: Eta foto estava programada!
Re: Eta foto estava programada!
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: Pª PEDRO NOR
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Grande diferença, mas faça contas e verá
Re: Grande diferença, mas faça contas e verá
Re: Grande diferença, mas faça contas e verá
Re: Grande diferença, mas faça contas e verá
Para PEDRO NOR
Re: Para PEDRO NOR
Re: Para PEDRO NOR
Re: Para PEDRO NOR
Para PEDRO NOR
Re: Para PEDRO NOR
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Re: A GRANDE diferença.
Que bela foto...

Que bela foto...

O macho e a linda fêmea... Em posição de confronto ...

Merece um prêmio!!!
Re: Que bela foto...
Re: Que bela foto...
Re: Que bela foto...
Midia (Televisão) dos illuminati, da BBC à CNN, da
Midia (Televisão) dos illuminati, da BBC à CNN, da Sky à France24, censura totalmente o maior protesto dos ultimos 30 anos, tal como tem censurado em todos os outros "paìses" da UE, onde a populaça começa a compreender que está agora integrada no IV Reich.
TV dos illuminati mostra oela milesima vez em doois dias protestos encenados com um punhado de manifestantes pagos ou imbecis em apoio da "Pussy Riot" na Russia e contra o filme produzdo pela CIA e atribuido a um "cristao copta burlão", usado para encenar a "morte" do embaixador na Libia.
-> who-are-the-illuminati.blogspot.com/2004/05/who-are-illuminati.html
AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Ontem aqui só queriam dar porrada nos manifestantes e cortar-lhe o direito de manifestação. O povo soube estar á altura, ao contrário de vocês que estão a mais em Portugal, pois em 37 anos ainda não se habituarm a viver em democracia!
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
Re: AONDE ESTÃO OS NEO-FASCISTAS?
O PATRIOTOSMO
Se eu fosse chefe do governo e olha-se para as sondagens estava-me nas tintas para as manifestações. PS (33,7%)PSD (33%). Pelo resultado das sondagens concluia qie afinal estava a governar bem porque, 0.7% não é nada e com a margem de erro das sondagens o PSD está empatado com o PS. O problema aqui é que este povo grita mas não faz nada para pregar um susto que seja a esta gente que está instalada no poder há mais de 30 anos e que conclui que o facto dos portuguses terem gaz (por enquanto) em casa para aquecer a agua do banho já é uma conquista significativa do 25 de abril. A trika PS+PSD+CDS continuam a ter maioria para a TSU para sacar as reformas para sacar os subsidios aos privados e não privados. Engraçado que só agora, que lhes toca a eles, é que os jornaleiros da nossa praça começaram a reclamar porque lhes aumentaram os impostos (TSU).Até aqui só nos vendiam o acordo da troika com os agiotas e que nós os reformados e trabalhadores publicos eramos os parasitas. Quando lhes toca a eles o caso muda de figura.A troika fez negócios com as PPP de 14,8 mil milhões só nas rodoviarias e agora os bicéfalos do PSD+CDS querem fazer uma PPP na RTP.Quem vai pagar os prejuizos desta PPP? Claro são os mesmos.
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Re: O PATRIOTOSMO
Portugal-na-boca-do-mundo-na-luta-contra-a-austeri
Só falta na imagem uma criança para compor o ramo e dizer que afinal os policias estão ali, mas com vontade de estar do outro lado, mas como informou a associação, também eles se iam integrar na manifestação. Ontem os portugueses deram uma lição ao governo e à Europa, demonstrando que não estando contentes são pessoas pacificas e trabalhadoras. Infelizmente a classe politica é que não se encontra à altura do povo que tem. Não quero com isto condenar ou absolver ninguém porque o problema tem diversas causas, onde todos são culpados, mas onde a culpa não é de ninguém. Para bem de todos e antes que este governo acabe com o que resta deve fazer as malas e emigrar, porque foi isso que andou a aconselhar.

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/03/eu-sou-policia-orgulhosamente.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/03/anedota-em-que-se-transformou-o-pais.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/04/os-sacrificios-sao-para-os-outros-carro.html
Mas
A foto do artigo, é interessante.
PAULO A PEDRO, O "INJUSTICEIRO"
-"Irmão: De que serve a alguém dizer que tem fé, se não tem obras? Poderá essa fé obter-lhe a salvação? Se um irmão ou uma irmã não tiverem que vestir e lhes faltar o alimento de cada dia, e lhes disseres: «Ide em paz. Aquecei-vos bem e saciai-vos», sem lhes dar o necessário para o corpo, de que lhes servem as tuas palavras? Assim também a tua fé sem obras está completamente morta. Mas dirá alguém: «Tu tens a fé e eu tenho as obras». Mostra-me a tua fé sem obras, que eu, pelas obras, te mostrarei a minha fé."

Na verdade, demonstras que a fé com que te candidataste a 1º. Ministro é uma fé sem obras, ou estas são simplesmente o inverso daquela com que te candidataste.

Re: PAULO A PEDRO, O
Re: PAULO A PEDRO, O
Re: PAULO A PEDRO, O
Noticias de Portugal no Mundo!!
Porquê será que na Comunicação Social no Mundo nunca se faz referência ao facto de mais de 50% da riqueza produzida em Portugal ser absorvida pelo Estado, existirem reformados com 15000€ mensais (Sr Rangel, porta voz do PS no CM), reformas milionárias aos 40 anos de idade (Autarcas e Deputados), licensas sem vencimento de 10 anos com o lugar garantido no Estado, etc? Para aqueles que finaciam esta República de chulos, em vez de financiarem a edução e saúde no 3º Mundo, só lhes resta engolirem o que estes nossos profissionais de Comunicação Social lhes querem transmitir.
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
Re: Noticias de Portugal no Mundo!!
A pouca vergonha
Se querem subir na vida façam como o Constâncio. Finge que controla nas não controla e está na calha para ser o futuro presidente do grupo que irá supervisionar a banca europeia. Aliás o homem já se começou a mostrar ao dizer que em portugal deve existir uma maioria que faça respeitar a austeridade imposta pelos agiotas e especuladores que ele tão bem regulou enquanto governador do BdP.
Escrito em 1986
"Pátria" de Guerra Junqueiro
" Um povo imbecilizado e resignado, humilde e macambúzio, fatalista e sonâmbulo, burro de carga, besta de nora, aguentando pauladas, sacos de vergonhas, feixes de misérias, sem uma rebelião, um mostrar de dentes, a energia dum coice, pois que nem já com as orelhas é capaz
  de sacudir as moscas; um povo em catalepsia ambulante, não se lembrando nem donde vem, nem onde está, nem para onde vai; um povo, enfim, que eu adoro, porque sofre e é bom, e guarda ainda na noite da sua inconsciência como que um lampejo misterioso da alma nacional, - reflexo de astro em silêncio escuro de lagoa morta (...) Uma burguesia, cívica e politicamente corrupta ate à medula, não descriminando já o bem do mal, sem palavras, sem vergonha, sem carácter, havendo homens que, honrados (?) na vida intima, descambam na vida publica em pantomineiros e sevandijas, capazes de toda a veniaga e toda a infâmia, da mentira a falsificação, da violência ao
  roubo, donde provém que na politica portuguesa sucedam, entre a indiferença geral, escândalos monstruosos, absolutamente inverosímeis no Limoeiro (...)
Um poder legislativo, esfregão de cozinha do executivo; este
criado de quarto do moderador; e este, finalmente, tornado absoluto pela abdicação unânime do pais, e exercido ao acaso da herança, pelo primeiro que sai dum ventre, - como da roda duma lotaria.A justiça ao arbítrio da Politica, torcendo-lhe a vara ao ponto de fazer dela saca-rolhas;
CONT:
Escrito em 1986 II
A justiça ao arbítrio da Politica, torcendo-lhe a vara ao
ponto de fazer dela saca-rolhas;
Dois partidos (...), sem ideias, sem planos, sem convicções,
incapazes (...) vivendo ambos do mesmo utilitarismo céptico e pervertido, análogos nas palavras, idênticos nos actos, iguais um ao outro como duas metades do mesmo zero, e não se amalgando e fundindo, apesar disso, pela razão que alguém deu no parlamento, - de não caberem todos duma vez na mesma sala de jantar (...)"

Guerra Junqueiro, em "Pátria", escrito em 1896
Re: Escrito em 1986 II
Re: Escrito em 1986 II
Re: Escrito em 1986 II
A grande diferença.
A Crise da Zona Euro Explicada às Avózinhas
Uma explicação simples e divertida (coisa rara nestes assuntos) da crise do euro.Escreva no seu motor de busca:A Crise da Zona Euro Explicada às Avózinhas
Comentários 253 Comentar

Últimas


Pub