Copiloto da Germanwings interrompeu formação devido a crise nervosa

Nova Iorque. Explosão em edifício provoca incêndio de grandes dimensões

Anterior
Eletricidade aumenta 4% (vídeo)
Seguinte
FMI aprova envio de €2,9 mil milhões para Portugal
Página Inicial   >  Opinião e Blogues  >  O Expresso na SIC Notícias  >  Portugal é como uma empresa falida e com gente a mais

Portugal é como uma empresa falida e com gente a mais

Comentário de Vítor Andrade, jornalista do Expresso, no Jornal de Economia da SIC. Em análise, o conselho à emigração feito por Passos Coelho, a liberalização das rendas, a privatização da EDP e o sector das pescas.

Opinião


Multimédia

Edwin. O rapaz que aprendeu a sonhar

O que Edwin sabia sobre a vida era sobreviver. Na cabeça dele não cabiam sonhos e os dias eram passados à procura de comida para ele e para a mãe e para o irmão. A fome espreitava nos cantos da barraca de palha no Quénia e ele escondia-se dela como podia - chupar as pedras era uma forma de a enganar. Mas a sorte dele mudou porque alguém viu nele outra coisa. E tudo começou numa dança. Agora, os mesmos dedos que agarravam as pedras tocam hoje teclas de um piano Bechstein. E os pés dele já não estão nus mas calçados. Com chuteiras. Primeiro no Benfica, agora no Estoril, o miúdo de 15 anos que fala como gente grande descobriu que tinha um sonho: ser futebolista. Como Drogba.

Em três quartos de hora não se esquece só a idade. "Esquece-se o mundo"

Maria do Céu dá três voltas ao lar sempre que pode. Edviges vai a todos os velórios, faz hidroginástica e sopas de letras. António dá um apoio na Igreja e nos escuteiros. Tudo é uma ajuda para passar os dias quando se tornam todos iguais. No Pinhal Interior Sul, a região mais envelhecida da União Europeia, quase um terço da população tem mais de 65 anos. Os mais velhos ficaram, os mais novos partiram.

Profissão: Sniper

O Expresso foi ver como são selecionados, que armas usam, para que missões estão preparados os snipers da Força de Operações Especiais do Exército. São uma elite dentro da elite. Um pelotão restrito. Anónimo. Treinam diariamente com um único objetivo: eliminar um alvo à primeira, mesmo que esteja a centenas de metros. Humano ou material. Sem dramas morais, dizem.

Xarém com conquilhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione com esta nova receita.

O que se passa dentro da cabeça dele

O que leva um tipo a quem iam amputando uma perna a regressar ao sítio onde os ossos se desfizeram, uma e outra vez, e testar os limites do seu corpo? Resposta: a busca pelo salto perfeito, que ele diz existir dentro dele e que ele encontrará mais dia menos dia. É a fé e a confiança que o movem e o levam a pular para lá do que é exigido a um campeão olímpico e mundial que não tem mais nada a provar a ninguém - a não ser a ele próprio. Este é um trabalho que publicámos em agosto de 2014, quando o saltador se preparava para os Europeus e falava das metas que tinha traçado para 2015 e 2016: mostrar que não estava acabado. Sete meses depois, provou-o no Europeu de pista coberta em Praga, onde venceu este fim de semana.

Amadeu, que aprendeu o mundo no campo e tinha o coração na ponta dos dedos

Em Portugal, a dedicação à língua mirandesa tem nome próprio: Amadeu Ferreira, o jurista da CMVM que - quando todos diziam que "era uma loucura impossível" - arranjou tempo para traduzir "Os Lusíadas", a "Mensagem", os quatro Evangelhos da Bíblia e ainda duas aventuras do Asterix para uma língua que pertence a um cantinho do nordeste português e é falada por menos de 15 mil pessoas. No final de 2014 deu ao Expresso aquela que viria a ser a sua última entrevista. Morreu no passado domingo e esta quinta-feira foi lançada a sua biografia, "O fio das lembranças", com quase 800 páginas.

Temos 16 imagens que não explicam o mundo, mas que ajudam a compreendê-lo

O júri do World Press Photo queria dar o prémio maior da edição deste ano (e talvez das edição todas) a uma fotografia com "potencial para se tornar icónica". A primeira imagem desta fotogaleria, por ser "esteticamente poderosa" e "revelar humanidade", é o que o júri procurava. A fotografia de um casal homossexual russo, a grande vencedora, é a primeira de 16 imagens de uma seleção onde há Messi desolado, migrantes em condições indignas no Mediterrâneo, a aflição do ébola, mistérios afins e etc - são os contrastes do mundo.

Vamos falar de sexo. Seis portugueses revelam tudo o que lhes dá prazer na cama

Neste primeiro episódio de uma série que vai durar sete semanas, seis entrevistados falam abertamente sobre aquilo que lhes dá mais satisfação na intimidade. Sexo em grupo, sexo na gravidez, prazer sem orgasmo e melhor sexo após a menopausa são alguns dos temas referidos nos testemunhos desta semana. O psiquiatra Francisco Allen Gomes explica ainda a razão de muitas mulheres fingirem o orgasmo. O Expresso e a SIC falaram com 33 portugueses que deram a cara e o testemunho de como são na cama. Ao longo das próximas sete semanas, contamos-lhe tudo.

Elvis. Gostamos ou não gostamos?

Ele não é consensual, mas é incontornável. Dispunha de penteado majestoso e patilha marota, aparentava olhar matador e pose atrevida. E deixou canções: umas fáceis e outras nem tanto, por vezes previsíveis e às vezes inesperadas, ora gentis ora aceleradas. E ele, Elvis, nasceu em janeiro de 1934 - há precisamente 40 anos, ao oitavo dia. Temos quatro textos sobre o artista: Nicolau Santos, Rui Gustavo, Nicolau Pais e João Cândido da Silva explicam o que apreciam, o que toleram e o que não suportam.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Desfile de vedetas

Saiba tudo sobre os modelos concorrentes ao Carro do Ano 2015/Troféu Essilor Volante de Cristal. Conheça o essencial sobre os 20 automóveis participantes nesta iniciativa, da estética, às características técnicas, do preço ao consumo. A apresentação ficará completa no dia 3 de janeiro.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

Desacelerámos a realidade para observar a euforia da liberdade

Ela, Jacarandá, é algarvia. Ele, Katmandu, é espanhol. São linces e agora experimentam a responsabilidade da liberdade: foram soltos esta terça-feira numa herdade alentejana, próxima de Mértola, eles que saíram de centros de reprodução em cativeiro. Foi inédito: nunca tinha acontecido algo assim em Portugal. Estivemos lá e ensaiámos o slow motion.


Comentários 56 Comentar
ordenar por:
mais votados
BEM VINDO AO PLANETA TERRA -
vitor andrade, esperava que a sua viagem a Marte lhe tivesse feito algum bem, mas pelo que vejo, só agravou o seu estado !
Com as dimensões que temos, com o clima, Habitantes e mar que nos pertencem, O vitor vem com um comentário destes!
Este país anda mal é e a escolher gente como voçê, para integrar governos do ps, do psd do do cds! Atenção a estes dois últimos até estão bem, pois é a sua linha e a sua maneira de estar na vida ou seja Nós e os Nossos, temos que ir buscar alguma coisa, mesmo que seja pouca aos pobres, pois eles são muitos!
Quando refere gente a mais, refere-se a pessoas trabalhadoras, honestas, ou a ladrões ? Repare, mesmo a dormir neste país, paga-se imposto, mas não se tem beneficios! Graça a Deus, que temos a igreja a portar-se muito bem e a ajudar este povo anestesiado a despertar, dos futebóis, casas do segredos, das catarinas, julias, maneis, fátimas, etc, e estão a começar a ver que à pessoas que nos mentem todos os dias, colocados em lugares de topo!
Re: BEM VINDO AO PLANETA TERRA -
Um Estado não é uma Empresa
E muito menos na politica manda a economia.
Não há economia sem politica,mas há politica sem economia.
Daí a politica no poder-no caso Portugal- não deva ser submissa em relação á economia e as donos do dinheiro.
Uma empresa pode fechar,mas um País não encerra portas e manda o seu Povo para a casa dos outros.
Cabe assim á politica no pode saber encontrar os caminhos da esperança para os seus habitantes.É essa a missão da politica, traduzida na legitimidade conferida aos politicos eleitos em eleições livres e em Democracia.
Re: Um Estado não é uma Empresa
Sócrates julgava que Portugal era uma empres
Re: Um Estado não é uma Empresa
A teoria e a pratica
Re: A teoria e a pratica
Portugal tem gente a mais ?
Vitor Andrade , se achas que Portugal tem gente a mais , bem podes dar uma ajuda nesse aspecto , dando o exemplo , índo daqui para fora , emigrando.

Com a destruição da economia que este governo com esta política obssessiva de só austeridade em cima de austeridade está a fazer , politica seguidista de um governo capataz dos interesses da Alemanha e capitalistas internacionais , é obvio que sobrarão sempre portugueses , porque temos governo a menos , um governo só interessado em defender os interesses dos seus membros e da sua elite patrocinadora.

Em relação à generalidade dos portugueses este governo já os abandonou , estando estes entregues à sua sorte , para eles só resta uma palavra para eles , emigrem.
uma inconveniete figura de estado!
penso que é gosseiro comparar socrates com passos!

socrates disse que pagar a divida era brincadeira de crianças.
mas socrates:
1- actualmente, é so ex-pm, sem a responsabilidade efectiva de tomar decisoes! quem la esta que se assuma!
2- a forma "ser brincadeira de crianças pagar a divida", foi tirada de um contexto e arrisca-se a perder o sentido. as crainças tem um dom: nao complicar o simples: pagar é pagar! por outro lado, tem sido manipulada, ipsis verbo, como algo negativo, quando se sabe, e ja foi dito que as dividas dos estados sao eternas e, geridas ao longo dos seculos! ha cerca de 10 anos, acabamos de pagar a nossa divida, adquirida na nossa afliçao, dos finais do seculo XIX!

passos é o actual pm, e so diz disparates! chamar verdades a inconveniencias, é incongruente com uma figura de estado! o peso da sua lingua, tem de ser rigorsamente criticada, sem por, como se tem visto "paninhos quentes"! o homem é um mentiroso, que chegou a pm pelas mentiras e programa de governo de mais de 100 paginas´, que ficou na gaveta. fez uma inflexao a tudo o que disse. é um ilusionista, mentiroso e inconveniente!

em relaçao à transparencia, que passos falou com tanto vigor antes das eleiçoes, as privatizaçoes em curso tem decorrido sem ela. vidé a do bpn com mira amaral de cavaco!

deste elenco governativo no entanto ha fumo branco: assunçao cristas! aprecio-a e penso que é um presente com futuro! bem haja!
Re: uma inconveniete figura de estado!
Re: uma inconveniete figura de estado!
Re: uma inconveniete figura de estado!
Re: uma inconveniete figura de estado!
Re: uma inconveniete figura de estado!
Re: uma inconveniete figura de estado!
Re: uma inconveniete figura de estado!
Re: uma inconveniete figura de estado!
Re: uma inconveniete figura de estado!
Re: uma inconveniete figura de estado!
Re: uma inconveniete figura de estado!
Re: uma inconveniete figura de estado!
Re: uma inconveniete figura de estado!
Re: uma inconveniete figura de estado!
Re: uma inconveniete figura de estado!
PASSOS ANDA PERDIDO

Passos deveria andar para trás sobre os seus passos. É evidente que entrou no barco errado. Nunca se viu um primeiro-ministro que apontasse o caminho da emigração aos cidadãos com dificuldades económicas. Mesmo os líderes dos países sem Democracia não são tão explícitos. Fazem-lhes a vida negra, mas são discretos com as palavras. Pedir a terceiros países que criem condições de vida para cidadãos nossos, pressupõe um cataclismo natural. No caso presente o cataclismo é um primeiro-ministro incapaz. Sem ideias, sem ambições e que aponta o ano de 2015 como a data para o fim da crise. É o próprio Passos que reconhece que com a sua saída as coisas vão melhorar.
Re: PASSOS ANDA PERDIDO
Os portugueses têm de criar empresas!
Como é evidente os portugueses têm de criar empresas para ter emprego! Criar a partir de ideias que permitam exportar bens e serviços e esquecer a cultura do consumismo. A ideia de que o Estado pode empregar ou criar emprego para toda a gente é impossível. Para isso teriamos de entregar todos os recursos ao Estado e ficar sentados como ficámos até aqui(?).
Arranjámos a bonita
Gente a mais??? Comparar um país a uma empresa? Que tipo de elites, incluindo jornalistas, temos por cá? Cada vez fico mais admirado com o à vontade com que se dizem asneiras para milhões de pessoas... Mas esta ultrapassa tudo o que tenho lido ou ouvido. parabéns sr. Vitor Andrade
Re: Ele tem razão!
Ideia da treta...
E quem leva uma empresa á falência não devias ser penalizado?
E gente a mais deve referir-se a " deputados a mais" , "Camaras Municipais e todo o staf a mais" , " fundações a mais" etc..etc...!
Neste momento tems é gente a mais na Europa toda pois se a produção com a globalização selvagem e sem regras passou para a Asia é obvio que tems gente a mais!
Qual a solução ? Penalizar fortemente com impostos os artigos importados desses mercados e a dobrar os de marcas ocidentais deslocados para lá !
Re: Ideia da treta...
Falido
Portugal não está falido! têm sim muita hipocrisia, incompetência a decidir os destinos do País, falta de justiça responsabilidade e tolerancia a mais para quem não têm carater, até se dá perdão para quem não paga sa suas contribuições, de milhões! isso sim Portugal têm e muito, e como tudo na vida têm um preço. condenão o inossente e desculpão o culpado, Portugal é um paraíso para os caluteiros.
Você é um desastre!
Òh jornalistazeco!
Começa já a lamber a calçada para que os tipos da Goldman Sachs passem!
Figura de estilo....sem estilo nenhum
Quando ja quase tudo foi dito, aparece sempre um iluminado que, como ja nao sabe como captar a atencao, resolve inventar uma frase absurda para dar nas vistas. Nao deve haver mais ninguem a favor das privatizacoes e a um peso minimo do Estado do que eu. Mas sincreramente comparar o papel de uma empresa com o de um Estado e demais.
Vómito
Proponho que substituamos a Carta dos Direitos Humanos, pela Carta dos Direitos dos Custos. A propósito da lei das rendas, que me parece completamente ultrapassada, é incrível como não há uma só palavra de consideração para com as pessoas, na maioria idosas e sós, que após a mudança na lei só lhes resta a rua...
A nossa sociedade a bater no mais fundo. A idolatração da directora da CLSB&E no prós e contras da semana passada revela bem estes valores(?) que agora nos são impostos.
?
Como sempre foi no passado parte da resolução do problema passa por uma parte da população emigrar e assim aliviar a pressão sobre os indicadores da economia em cima das cabeças dos que preferem ficar, não por acaso já existem + de 5 milhões de portugas no além mar e não por acaso cerca de 3% da população de Portugal pediu permissão para ficar no Brasil só no primeiro semestre de 2011
Re: Portugal é como uma empresa falida e com gente
Seria interessante se este burgesso deste pseudo-jornalistazico, clarificasse se se inclui a si próprio, ou não, na tal 'gente a mais'...

Re: Portugal é como uma empresa falida e com gente
Re: Portugal é como uma empresa falida e com gente
Re: Portugal é como uma empresa falida e com gente
Re: Portugal é como uma empresa falida e com gente
Re: Portugal é como uma empresa falida e com gente
Vamos ser práticos
Não é preciso grandes pesquisas para verificar que Portugal desde o Século XVI não era auto-suficiente, sempre teve a necessidade de "exportar" gente - primeiro, para colonizar a India, o Brasil, Africa, Madeira, Açores, etc. Quando fivámos reduzidos ao chamado "Império" ou o dito "Ultramar"foi a vez de mandarmos os excedentes da população para Angola, Moçambique, S. Tomé, Guiné. Depois, nos anos 50, mandámos para a França, Venezuela , EUA, Canadá, etc, sendo que o Brasil é uma constante como centro de receber emigrantes. Ou seja, sempre tivemos gente a mais e economia e empregos a menos. Agora com as portas da UE mais fechadas, porquê a admiração de o admitirmos? O problema é mais grave sem dúvida - porque os emigrantes de antes não tinham educação, eram braçais. Agora temos cursos...mas ironia das ironias, de pouco nos serve. A constante é a mesma e mostra o erro capital de governos uns atrás dos outros - puxa-se a educação que os empregos aparecem. e isso é que dói - para que serve a educação afinal? Seria preciso mudar toda uma estrutura, focar os cursos em àreas onde são realmente precisos e não essencilmante na área de serviços, tornar os cursosa cada vez mais práticos e menos teóricos, saber conviver com salarios mais baixos, tudo muito complicado. Mas sem alternativa.
Comentários 56 Comentar

Últimas

Receba a nova Newsletter
Ver Exemplo

Pub